MULHERADA NA POLÍTICA

O número de mulheres eleitas para o Senado se manteve nas eleições deste ano sem alteração, mas a presença feminina aumentou na Câmara e nas Assembleias
de forma geral – Jornal O Sul
banner
JORNAL O SUL

A fonte notícias, esporte e entretenimento dos gaúchos.

Região de Navegação






fim de Região de Navegação
Frame Advertisement
delivery/ck
fim do frame Advertisement
fim de banner
Região Principal
artigo
O número de mulheres eleitas para o Senado se manteve nas eleições deste ano sem alteração, mas a presença feminina aumentou na Câmara e nas Assembleias
de forma geral
Em 2010, última eleição na qual 2/3 do Senado foram renovados, sete mulheres foram eleitas senadoras. (Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado)
8 de outubro de 2018

Brasil,
Capa – Destaques,
Notícias,
Política

O número de mulheres eleitas para o Senado se manteve nas eleições deste ano sem alteração, mas a presença feminina aumentou na Câmara e nas Assembleias
de forma geral, apontaram dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Em 2010, última eleição na qual 2/3 do Senado foram renovados, sete mulheres foram eleitas senadoras. Neste ano, o número se repetiu. As sete senadoras
representam 13% dos eleitos neste ano. Apesar disso, nenhuma mulher foi eleita para o Senado em 20 Estados – em três deles, Acre Bahia e Tocantins, não
houve candidatas.

Já na Câmara, houve um aumento de 51% no número de mulheres eleitas em relação a 2014. O número passou de 51 para 77 deputadas neste ano. Isso quer dizer
que a nova Câmara vai ter 15% de mulheres na sua composição.

Apesar do aumento no número de deputadas federais, três estados não elegeram nenhuma mulher para o cargo: Amazonas, Maranhão e Sergipe. Considerando os
deputados estaduais, as mulheres são 15% dos eleitos. Foram 161 deputadas, um aumento de 35% em relação a 2014. Alguns casos chamam atenção, como o do
Mato Grosso do Sul. Dos 24 deputados estaduais eleitos, nenhum é mulher.

Desproporção

Mesmo com a melhoria na representatividade feminina de forma geral no legislativo, a proporção de mulheres segue abaixo do encontrado na população brasileira.
No País, a cada 10 pessoas, 5 são do sexo feminino.

Desde 1997, a lei eleitoral brasileira exige que os partidos e as coligações respeitem a cota mínima de 30% de mulheres na lista de candidatos para a Câmara
dos Deputados, a Câmara Legislativa, as Assembleias Legislativas e as Câmaras municipais. Mesmo assim, um levantamento apontou que diversos partidos e
coligações precisaram ser notificados para cumprir a cota.

Além da cota de números de candidatos, nas eleições de 2018 as mulheres também tiveram uma cota financeira. Em maio deste ano, o TSE decidiu que os partidos
devem repassar 30% dos recursos do FEFC (Fundo Especial de Financiamento de Campanha) para as candidaturas femininas.

Sem representante

Nenhuma mulher foi eleita governadora no primeiro turno das eleições de 2018. Apenas uma candidata foi para o segundo turno e tem chance de ser eleita:
Fátima Bezerra, do PT, no Rio Grande do Norte.

No total, 30 mulheres se candidataram para o cargo de governador nas eleições deste ano. Entre as 27 unidades da federação, 8 não tiveram nenhuma candidata:
Alagoas, Amapá, Ceará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rio Grande do Sul e Rondônia. Os Estados com mais mulheres candidatas foram Pernambuco e
Piauí, com 3 cada um.

Caso Fátima Bezerra não se eleja no segundo turno, será a primeira vez desde as eleições de 1990 que o país não terá nenhuma mulher como governadora. Em
2014, Suely Campos (PP) foi a única governadora eleita no país, em Roraima. Entre 1993 e 2010, o Brasil teve pelo menos uma mulher eleita em algum Estado.
O ano com mais eleitas foi 2006, com Yeda Crusius (PSDB) no Rio Grande do Sul, Ana Júlia (PT) no Pará e Wilma de Faria (PSB) no Rio Grande do Norte.

Compartilhe:
Lista de 4 itens
Share via Facebook
Share via Twitter
Share via WhatsApp
Share via Email
fim da lista

Deixe seu comentário:
Frame Facebook Social Plugin
0 comentários
Classificar por
Mais antigos
p48x48/43342630_2116111905085913_8916141816307253248_n
Adicione um comentário…
Adicionar um comentário
Plugin de comentários do Facebook
fim do frame Facebook Social Plugin
fim de artigo
Região de Navegação
Navegação de Post
Donos das maiores bancadas na Câmara, o PSL ganhou 52 deputados e o PT perdeu 13
Com uma campanha de poucas aparições públicas e 808 reais em gastos declarados à Justiça Eleitoral, Cabo Daciolo ficou à frente de Henrique Meirelles,
que investiu 53 milhões de reais na corrida presidencial
fim de Região de Navegação
fim de Região Principal
Informações Complementares
BUSCA
Pesquisa personalizada

Não rotulado 0
delivery/ck

João Doria e Márcio França disputarão o segundo turno em São Paulo

João Doria e Márcio França disputarão o segundo turno em São Paulo
7 de outubro de 2018
João Doria (PSDB) liderou com 31,7% dos votos válidos a eleição para governador de São Paulo. Em segundo lugar, ficou Márcio França (PSB), com 21,48%,
seguido por Paulo Skaf (MDB),…

Romeu Zema, do Novo, e Antonio Anastasia, do PSDB, disputam o segundo turno em Minas Gerais
7 de outubro de 2018

Wilson Witzel e Eduardo Paes disputarão o segundo turno para o governo do Rio de Janeiro
7 de outubro de 2018

Marchezan viaja em missão para China, e Paim assume a prefeitura de Porto Alegre

Marchezan viaja em missão para China, e Paim assume a prefeitura de Porto Alegre
8 de outubro de 2018
Com uma campanha de poucas aparições públicas e 808 reais em gastos declarados à Justiça Eleitoral, Cabo Daciolo ficou à frente de Henrique Meirelles,
que investiu 53 milhões de reais na corrida presidencial

Com uma campanha de poucas aparições públicas e 808 reais em gastos declarados à Justiça Eleitoral, Cabo Daciolo ficou à frente de Henrique Meirelles,
que investiu 53 milhões de reais na corrida presidencial
8 de outubro de 2018
O número de mulheres eleitas para o Senado se manteve nas eleições deste ano sem alteração, mas a presença feminina aumentou na Câmara e nas Assembleias
de forma geral

O número de mulheres eleitas para o Senado se manteve nas eleições deste ano sem alteração, mas a presença feminina aumentou na Câmara e nas Assembleias
de forma geral
8 de outubro de 2018
Donos das maiores bancadas na Câmara, o PSL ganhou 52 deputados e o PT perdeu 13

Donos das maiores bancadas na Câmara, o PSL ganhou 52 deputados e o PT perdeu 13
8 de outubro de 2018
Bolsonaro e Haddad iniciam a campanha do segundo turno da eleição presidencial do Brasil

Bolsonaro e Haddad iniciam a campanha do segundo turno da eleição presidencial do Brasil
8 de outubro de 2018
Os analistas das instituições financeiras elevaram a estimativa de inflação para este ano e também passaram a prever um crescimento menor da economia brasileira

Os analistas das instituições financeiras elevaram a estimativa de inflação para este ano e também passaram a prever um crescimento menor da economia brasileira
8 de outubro de 2018
A inflação para o consumidor avançou na primeira semana de outubro

A inflação para o consumidor avançou na primeira semana de outubro
8 de outubro de 2018
O desgaste com delações e menções na Operação Lava-Jato não impediu que pelo menos seis réus, 24 investigados e seis denunciados fossem eleitos

O desgaste com delações e menções na Operação Lava-Jato não impediu que pelo menos seis réus, 24 investigados e seis denunciados fossem eleitos
8 de outubro de 2018
Eduardo Leite e José Ivo Sartori disputarão o segundo turno no Rio Grande do Sul

Eduardo Leite e José Ivo Sartori disputarão o segundo turno no Rio Grande do Sul
8 de outubro de 2018
A vantagem de Bolsonaro no primeiro turno da eleição presidencial contra o segundo colocado, o petista Fernando Haddad, foi destaque na imprensa internacional

A vantagem de Bolsonaro no primeiro turno da eleição presidencial contra o segundo colocado, o petista Fernando Haddad, foi destaque na imprensa internacional
8 de outubro de 2018
A presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministra Rosa Weber, disse que o primeiro turno das eleições de 2018 transcorreu “dentro da normalidade”

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral, ministra Rosa Weber, disse que o primeiro turno das eleições de 2018 transcorreu “dentro da normalidade”
8 de outubro de 2018
Estrelas da política não conseguiram se reeleger e ficaram sem mandato

Estrelas da política não conseguiram se reeleger e ficaram sem mandato
8 de outubro de 2018
fim de Informações Complementares
Informações de conteúdo
Direitos Reservados – O Sul –
Rede Pampa de Comunicação
| RS – Brasil.
Região de Navegaçãovazio
fim de Informações de conteúdo

Autor: ANTENADA

Janaina Sá Brito nasceu no dia 03 de Abril de 1974 em Paris e aos seis meses, mudou-se com a família para Porto Alegre. É Radialista, graduada em Letras-Português e pós-graduada em gestão de conteúdo da comunicação social-jornalismo. O objetivo de seu blog é informar sobre todos os assuntos do momento, de forma dinâmica, sempre fornecendo pautas e notícias atualizadas , para quem vive na correria, mas quer sempre se informar sobre tudo que está acontecendo no Brasil e no mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s