POLÍTICA

Jornal O Sul
JORNAL O SUL
A fonte notícias, esporte e entretenimento dos gaúchos.

ck oaparams=2__bannerid=1103__…
“Meu partido é o Brasil”, repete Bolsonaro em ato no Rio de Janeiro

Bolsonaro e Witzel se afastaram no último mês, após o governador falar em disputar a eleição presidencial. (Foto: Marcos Corrêa/PR)
11 de outubro de 2019 Brasil, Capa – Destaques, Notícias
Ao lado do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que trabalha “para que no futuro quem, por forma ética, moral e sem covardia, queira assumir a Presidência da República tenha uma situação bem melhor” do que ele encontrou no início do ano. O presidente também destacou, ao lembrar um dos lemas da campanha de 2018, que “seu partido é o Brasil”. Ele vive uma crise com o PSL, ao qual se filiou antes do pleito do ano passado.
A declaração foi dada durante cerimônia de integração do submarino Humaitá, em Itaguaí, região metropolitana do Rio, no Complexo Naval. Durante a fala, o presidente olhou para Witzel.
Bolsonaro e Witzel se afastaram no último mês, depois que o governador se manifestou, em mais de uma ocasião, que quer disputar a eleição presidencial. Bolsonaro também olhou para o governador quando citou “inimigos internos”.
A cerimônia ocorreu em Itaguaí, região metropolitana do Rio, no Complexo Naval. Também participaram, além de Witzel, diversos ministro de Estado, entre eles o da Economia, Paulo Guedes, o da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e o de Minas e Energia, Bento Albuquerque.
Pivô da crise entre Witzel e o PSL de Bolsonaro no Rio, o senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), que preside o partido no Estado, estava na plateia de convidados. O governador e Bolsonaro estavam lado a lado na cerimônia. Mas, quando vagou uma cadeira durante o discurso de Azevedo e Silva, o presidente pulou para ela. Ao falar no púlpito, Witzel saudou Flávio e lembrou que eles “caminharam juntos” durante a eleição do ano passado.
Bolsonaro ignora França
No ato, Bolsonaro ignorou a participação da França na construção do Humaitá. O submarino é o segundo construído após parceria entre os dois países em 2008, ainda no governo de Luiz Inácio Lula da Silva. Ele destacou a importância do projeto para proteger a “soberania nacional” e disse que o Brasil vai vencer o que considera inimigos externos.
“Quando o Brasil sofria um ataque sobre a dúvida da nossa soberania da Amazônia, tive a grata satisfação de, em nome do Brasil na ONU, falar para todo o mundo que a Amazônia é nossa e é patrimônio do Brasil”, afirmou o presidente.
Após a junção das partes, o Humaitá passará mais um ano em fase de construção e aprimoramento de seu interior. Só no segundo semestre do ano que vem será lançado ao mar para a fase de testes. É nesse estágio que está o Riachuelo, o primeiro submarino previsto no Prosub. O pioneiro foi lançado ao mar no fim do ano passado, em cerimônia com o então presidente Michel Temer e o próprio Bolsonaro, que estava prestes a tomar posse na Presidência. As informações são do jornal Estado de S. Paulo.
Navegação de Post
Austrália confirma morte de brasileiro agredido
ONU pede atenção a operários no Catar
ck oaparams=2__bannerid=1176__…
ck oaparams=2__bannerid=1178__…
AINDA NESTA SEÇÃO
O presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul recebeu sindicalistas para discutir reivindicações dos servidores em greve
O presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul recebeu sindicalistas para discutir reivindicações dos servidores em greve
O WhatsApp testa opção para permitir que você escolha quem pode adicioná-lo a grupos de conversa
O WhatsApp testa opção para permitir que você escolha quem pode adicioná-lo a grupos de conversa
A China não está na América Latina para ajudar, mas para controlar, diz um senador dos Estados Unidos
A China não está na América Latina para ajudar, mas para controlar, diz um senador dos Estados Unidos
Laudo confirma estupro de jovem morta em São Paulo após aceitar ajuda para troca de pneu
Laudo confirma estupro de jovem morta em São Paulo após aceitar ajuda para troca de pneu
Prestes a apresentar o Jornal Nacional, jornalista assume sua homossexualidade
Prestes a apresentar o Jornal Nacional, jornalista assume sua homossexualidade
Sobe para 12 o número de áreas de conservação no Nordeste brasileiro com manchas de óleo
Sobe para 12 o número de áreas de conservação no Nordeste brasileiro com manchas de óleo
O Banco Central dá o aval que faltava para o cadastro positivo. Entenda o que é e como funciona
O Banco Central dá o aval que faltava para o cadastro positivo. Entenda o que é e como funciona
A estatal gaúcha Corsan recebeu um prêmio nacional por iniciativas de qualidade em saneamento
A estatal gaúcha Corsan recebeu um prêmio nacional por iniciativas de qualidade em saneamento
Direitos Reservados – O Sul – Rede Pampa de Comunicação | RS – Brasil.

Autor: ANTENADA

Janaina Sá Brito nasceu no dia 03 de Abril de 1974 em Paris e aos seis meses, mudou-se com a família para Porto Alegre. É Radialista, graduada em Letras-Português e pós-graduada em gestão de conteúdo da comunicação social-jornalismo. O objetivo de seu blog é informar sobre todos os assuntos do momento, de forma dinâmica, sempre fornecendo pautas e notícias atualizadas , para quem vive na correria, mas quer sempre se informar sobre tudo que está acontecendo no Brasil e no mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s