BRASIL:

Facebook

Instagram

Youtube

Twitter

a-policia-federal-abriu-um-inq…

Jornal O Sul

Porto Alegre

23°

BRASIL

Polícia Federal abre inquérito para investigar o vazamento de dados de mais de 220 milhões de brasileiros

Por Redação O Sul | 4 de fevereiro de 2021

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA:

O megavazamento de dados é considerado o maior da história do Brasil

Foto: Reprodução

A PF (Polícia Federal) abriu um inquérito para investigar o megavazamento de dados de cidadãos e autoridades na internet. Na semana passada, o megavazamento atingiu mais de 223 milhões de brasileiros (incluindo pessoas já falecidas), que tiveram as informações pessoais expostas. Esse é o maior vazamento do tipo já identificado no Brasil.

A PF recebeu no dia 28 de janeiro um pedido da ANPD (Autoridade Nacional de Proteção de Dados) para abrir a investigação.

A ANPD é o órgão da administração pública federal responsável por zelar pela proteção de dados pessoais e por implementar e fiscalizar o cumprimento da Lei Geral de Proteção de Dados no Brasil.

O inquérito vai apurar todos os vazamentos recentes envolvendo cidadãos e autoridades, relatados em reportagens. Recentemente, o presidente Jair Bolsonaro teve dados expostos e ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) tiveram até seus dados vendidos na internet, segundo o jornal o Estado de S. Paulo.

Inquérito das fake news

Na quarta-feira (03), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo, determinou a investigação do vazamento e da possível venda pela internet de CPFs e dados pessoais dos ministros do tribunal. A apuração se dará no inquérito das fake news, já em andamento na Corte.

O inquérito das fake news foi aberto em março de 2019 por determinação do então presidente do STF, Dias Toffoli. A investigação apura temas ligados à disseminação de conteúdo falso na internet e de ameaças a ministros do Supremo.

O inquérito das fake news já atingiu políticos, empresários e blogueiros apoiadores do presidente Jair Bolsonaro. Todos negam irregularidades. Agora, com essa frente sobre vazamento de dados, a ideia é identificar autores dessas postagens e descobrir a quem eles estão ligados.

O que se sabe

Veja o que se sabe e o que ainda não foi esclarecido sobre o megavazamento de dados de 223 milhões de brasileiros revelado recentemente:

1) Quais dados vazaram?

Foram dois vazamentos: um deles tinha 223 milhões de números de CPF, acompanhado de informações como nome, sexo e data de nascimento, além de uma tabela com dados de veículos e uma lista com CNPJs (Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas). Essas informações circulam na internet de forma gratuita.

O outro incluía, além dos 223 milhões de CPFs, informações sobre escolaridade, benefícios do INSS e programas sociais (como o Bolsa Família), renda, entre outras informações. Esse está sendo vendido por criminosos.

Juntos, os dois vazamentos continham:

– Dados básicos relativos ao CPF (nome, data de nascimento e endereço);

– Endereços;

– Fotos de rosto;

– Score de crédito (que diz se é bom pagador), renda, cheques sem fundo e outras informações financeiras;

– Imposto de Renda Pessoa Física;

– Dados cadastrais de serviços de telefonia;

– Escolaridade;

– Benefícios do INSS;

– Dados relativos a servidores públicos;

– Informações do LinkedIn.

2) Como saber se um dado meu foi vazado?

O número de CPFs vazados (223 milhões) supera a população brasileira (estimada em 212 milhões). Então, é provável que pelo menos dados básicos de cada cidadão estejam disponíveis e que, entre eles, estejam dados de pessoas já falecidas.

Não é possível afirmar que todas as informações sejam verdadeiras, mas muitas delas estão corretas, segundo Altieres Rohr, especialista em segurança digital e que teve acesso aos arquivos que foram disponibilizados publicamente.

As pessoas não têm como saber se alguma informação específica a seu respeito consta em um dos vazamentos.

3) De onde são esses dados?

Ainda não se sabe de onde esses dados foram roubados. É possível que o pacote tenha sido consolidado a partir de diversas fontes, incluindo outros vazamentos anteriores.

Algumas das informações que constam no vazamento fazem referência a empresas ou serviços, mas não é possível afirmar se esses dados realmente foram retirados das companhias mencionadas.

Ao longo dos anos, diversas informações pessoais de brasileiros vazaram, partindo inclusive de órgão do governo.

TAGS: PFPOLÍCIA FEDERALVAZAMENTO DE DADOS

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA:

 VOLTAR

TODAS DE BRASIL

NOTÍCIA ANTERIOR

os-desafios-para-tornar-as-pro…

Os desafios para tornar as provas do Enem 100% digitais em todo o Brasil no prazo de cinco anos

PRÓXIMA NOTÍCIA

em-mensagem-ao-congresso-nacio…

Em mensagem ao Congresso Nacional, Bolsonaro pede a aprovação de reformas

Deixe seu comentário

1 comentário

Classificar por Mais antigos

Adicione um comentário…

franciscocarlos.rocha

Francisco Carlos Rocha

Pela quantidade de e-mails que recebo vendendo de tudo, até casa pegando fogo, é claro que vazou e se vazou saíu da Receita Federal, antes de saber quem pegou, tem que saber quem deixou pegar.

CurtirResponder18 min

Plugin de comentários do Facebook

ck oaparams=2__bannerid=73__zo…

ÚLTIMAS

prefeitura-de-porto-alegre-ass…

PORTO ALEGRE

Prefeitura de Porto Alegre assina convênio com o governo federal para inclusão social por meio do esporte

confirmada-a-suspensao-das-san…

POLÍTICA

Confirmada a suspensão das sanções aos eleitores que não justificaram a ausência nas eleições de 2020

vale-assina-acordo-de-r-376-bi…

BRASIL

Vale assina acordo de R$ 37,6 bilhões para reparar danos causados por rompimento de barragem em Brumadinho

grupo-de-pais-e-professores-vo…

RIO GRANDE DO SUL

Grupo de pais e professores volta a se manifestar contra o retorno das aulas presenciais no RS

com-viagem-de-sebastiao-melo-r…

PORTO ALEGRE

Com viagem de Sebastião Melo, Ricardo Gomes assume a prefeitura de Porto Alegre

empresas-de-transporte-coletiv…

PORTO ALEGRE

Empresas de transporte coletivo de Porto Alegre apresentam à prefeitura proposta de auxílio emergencial

mais-de-duas-toneladas-de-cama…

POLÍCIA

Mais de duas toneladas de camarão são apreendidas na Região Metropolitana de Porto Alegre

estudo-britanico-avalia-mistur…

SAÚDE

Estudo britânico avalia “mistura” de vacinas contra o coronavírus

pelo-menos-14-milhao-de-brasil…

ECONOMIA

Pelo menos 1,4 milhão de brasileiros deixam de sacar o auxílio emergencial e perdem o dinheiro

quase-50-mil-pessoas-ja-foram-…

PORTO ALEGRE

Quase 50 mil pessoas já foram vacinadas contra o coronavírus em Porto Alegre

Jornal O Sul

Rua Orfanotrófio, 711 – Alto Teresópolis

Porto Alegre/RS | CEP: 90840-440

Telefone: (51) 3218.2651

Facebook

Instagram

Youtube

Twitter

FALE CONOSCO

JORNAL O SUL

TV PAMPA

RÁDIOS

REDE PAMPA

© 2021 – Direitos Reservados – O Sul – Rede Pampa de Comunicação | RS – Brasil.

notification icon

Você gostaria de ativar notificações de notícias do Jornal O Sul?

Ativar

Não

Autor: ANTENADA

Janaina Sá Brito nasceu no dia 03 de Abril de 1974 em Paris e aos seis meses, mudou-se com a família para Porto Alegre. É Radialista, graduada em Letras-Português e pós-graduada em gestão de conteúdo da comunicação social-jornalismo. O objetivo de seu blog é informar sobre todos os assuntos do momento, de forma dinâmica, sempre fornecendo pautas e notícias atualizadas , para quem vive na correria, mas quer sempre se informar sobre tudo que está acontecendo no Brasil e no mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: