POLÍTICA:

Facebook

Instagram

Twitter

Youtube

comissao-da-camara-dos-deputad…

Jornal O Sul

Porto Alegre

24°

POLÍTICA

Comissão da Câmara dos Deputados aprova convite ao ministro da Economia para discutir reforma administrativa

Por Redação O Sul | 28 de abril de 2021

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA:

Ministro não é obrigado a comparecer, mas deve participar de audiência na próxima terça-feira, dia 4

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (28) um convite ao ministro da Economia, Paulo Guedes, para discutir a proposta de reforma administrativa.

O governo enviou o texto à Câmara em setembro de 2020. A PEC (proposta de Emenda à Constituição) está em discussão na CCJ e, depois de analisada, seguirá para uma comissão especial e, na sequência, para o plenário.

O requerimento aprovado pela CCJ foi apresentado pelo deputado Rui Falcão (PT-SP), ex-presidente do PT, e, inicialmente, previa a convocação de Guedes, o que obrigaria o ministro a comparecer a uma sessão.

A oposição, no entanto, fechou acordo com a base aliada do governo e com a presidente da comissão, Bia Kicis (PSL-DF), e transformou a convocação em convite, o que torna facultativa a presença do ministro.

Segundo Bia Kicis, Guedes deve comparecer à comissão na terça-feira (04), mas a data poderá ser ajustada de acordo com a disponibilidade do ministro. Além do convite a Guedes, a CCJ aprovou outros 63 requerimentos, que tratam de audiências públicas, para discutir a reforma.

Na semana passada, a comissão aprovou o cronograma de audiências públicas sobre a reforma administrativa. Serão 7 audiências, que começaram na última segunda-feira (26) e vão até a sexta-feira (14).

Reforma administrativa

Por se tratar de uma PEC, a proposta precisa ser aprovada por três quintos dos parlamentares na Câmara e no Senado, em dois turnos de votação. A proposta altera regras para os futuros servidores dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário da União, estados e municípios.

Ou seja, as mudanças propostas pelo governo não atingem os atuais servidores nem aqueles que entrarem no serviço público antes da aprovação da reforma e não alteram a estabilidade nem os vencimentos desses servidores.

A proposta acaba com a estabilidade de parte dos futuros servidores. Atualmente, a regra geral é que todo servidor público é estável no cargo. Só pode ser demitido se for condenado sem mais possibilidade de recurso na Justiça ou se cometer infração disciplinar. Para os atuais servidores, essa regra continuará valendo.

Pela proposta do governo, a estabilidade passa a ser garantida apenas para servidores das chamadas carreiras típicas de Estado, que só existem na administração pública, e que hoje incluem carreiras como as de auditor da Receita, diplomata e técnico do Banco Central. Uma lei a ser enviada posteriormente listará quais serão essas carreiras que vão manter a estabilidade.

TAGS: ADMINISTRATIVACÂMARA DOS DEPUTADOSCCJGUEDESREFORMA

COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA:

 VOLTAR

TODAS DE POLÍTICA

NOTÍCIA ANTERIOR

policia-apreende-mais-de-r-100…

Polícia apreende mais de R$ 100 mil em dinheiro falso na BR-386, em Paverama, no Vale do Taquari

PRÓXIMA NOTÍCIA

brasil-cria-184-mil-empregos-f…

Brasil cria 184 mil empregos formais em março

Deixe seu comentário

0 comentários

Classificar por Mais antigos

Adicione um comentário…

Plugin de comentários do Facebook

ÚLTIMAS

brasil-cria-184-mil-empregos-f…

ECONOMIA

Brasil cria 184 mil empregos formais em março

policia-apreende-mais-de-r-100…

POLÍCIA

Polícia apreende mais de R$ 100 mil em dinheiro falso na BR-386, em Paverama, no Vale do Taquari

governo-relanca-programa-de-su…

ECONOMIA

Governo relança programa de suspensão e redução de jornada; entenda como vai funcionar

presidente-dos-estados-unidos-…

MUNDO

Presidente dos Estados Unidos diz estar negociando o envio de vacinas contra o coronavírus a outros países

homem-mata-mulher-com-um-tiro-…

RIO GRANDE DO SUL

Homem mata mulher com um tiro na cabeça em Caxias do Sul, na Serra Gaúcha

dezessete-bairros-da-zona-sul-…

PORTO ALEGRE

Dezessete bairros da Zona Sul de Porto Alegre podem ficar sem água entre esta quarta-feira e quinta-feira

porto-alegre-retoma-aulas-pres…

PORTO ALEGRE

Porto Alegre retoma aulas presenciais para Educação Infantil e 1º e 2º anos do Ensino Fundamental nesta quinta-feira

rio-grande-do-sul-publica-decr…

RIO GRANDE DO SUL

Rio Grande do Sul publica decreto que altera o modelo de Distanciamento Controlado

portugal-levantara-estado-de-e…

MUNDO

Portugal levantará estado de emergência pelo coronavírus nesta sexta-feira

uma-dose-de-vacina-anticovid-r…

SAÚDE

Uma dose de vacina anticovid reduz em quase 50% a transmissão em casa, diz estudo

Jornal O Sul

Rua Orfanotrófio, 711 – Alto Teresópolis

Porto Alegre/RS | CEP: 90840-440

Telefone: (51) 3218.2651

Facebook

Instagram

Youtube

Twitter

FALE CONOSCO

JORNAL O SUL

TV PAMPA

RÁDIOS

REDE PAMPA

© 2021 – Direitos Reservados – O Sul – Rede Pampa de Comunicação | RS – Brasil.

notification icon

Você gostaria de ativar notificações de notícias do Jornal O Sul?

Ativar

Não

Autor: ANTENADA

Janaina Sá Brito nasceu no dia 03 de Abril de 1974 em Paris e aos seis meses, mudou-se com a família para Porto Alegre. É Radialista, graduada em Letras-Português e pós-graduada em gestão de conteúdo da comunicação social-jornalismo. O objetivo de seu blog é informar sobre todos os assuntos do momento, de forma dinâmica, sempre fornecendo pautas e notícias atualizadas , para quem vive na correria, mas quer sempre se informar sobre tudo que está acontecendo no Brasil e no mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s