MÚSICA:

MÚSICA:

OS 35 ANOS DE ‘RÁDIO PIRATA AO VIVO’

Janaina Sá Brito

                 Hoje, minha coluna fala sobre um disco que marcou o início de adolescência desta que vos escreve e que completou 35 anos em junho deste ano, o clássico disco ‘Rádio pirata ao vivo’, do RPM. Foi o segundo disco da banda e o primeiro ao vivo, gravado em dois shows realizados em São Paulo, no complexo de convenções do Anhembí, nos dias 26 e 27 de Março de 1986 e lançado um mês depois , pela gravadora Epic Records/CBS, atual Sony Music. Os shows foram dirigidos pelo cantor Ney Matogrosso, com arranjos de Luiz Schiavon (tecladista do RPM) e o disco foi produzido por Marcos Mazzola.

                 O disco foi o campeão de vendas da história da indústria fonográfica, vendendo mais de 3.7 milhões de cópias e também, foi sucesso de público e de crítica. Além das músicas do primeiro disco do RPM “Olhar 43”, “Revoluções por minuto”, “A cruz e a espada”, “Rádio pirata e “Estação do inferno”, o disco também trazia as regravações de “London London”, de Caetano Veloso e “Flores astrais”, da banda Secos & Molhados, da qual Ney Matogrosso fez parte, além das inéditas “Alvorada voraz” e a instrumental e lindíssima “Naja”.

                 ‘Rádio pirata ao vivo, saiu originalmente em LP e fita K7 e nos anos 90, foi remasterizado para CD. Em 87, foi lançado o vídeo VHS ‘Rádio pirata o show”, gravado em Dezembro de 86 no ginásio do Ibirapuera , que em 2008, foi relançado em DVD. Esta que vos escreve, teve este disco primeiro em fita K7 e dezoito anos depois, comprou a versão em CD, que possui até hoje.

                 ‘Rádio pirata ao vivo’, foi um disco icônico, que alavancou a carreira do RPM, que se encerraria três anos depois, em 1989 e que seria retomada treze anos depois, em 2002, com o lançamento do CD e DVD ‘MTV ao vivo RPM’. A banda retomou a carreira definitivamente e em 2019, o baterista Paulo Pagni (PA), faleceu vítima de problemas cardíacos, aos 61 anos. Concluindo esta coluna, quero dizer que ‘Rádio pirata ao vivo’, é e sempre será um clássico do Rock Brasil dos anos 80. Recomendo a todos que não conhecem esse clássico, procurarem nas plataformas digitais e também recomendo que assistam ao show de Paulo Ricardo, que homenageia este disco e que retomou a turnê em 2021, após a reabertura de casas de shows, com a retomada das atividades com o avanço da vacinação contra o coronavírus.

Sugestões de pauta, comentários, elogios e críticas? Mande e-mails para: janaina.sabrito@gmail.com

Autor: ANTENADA

Janaina Sá Brito nasceu no dia 03 de Abril de 1974 em Paris e aos seis meses, mudou-se com a família para Porto Alegre. É Radialista, graduada em Letras-Português e pós-graduada em gestão de conteúdo da comunicação social-jornalismo. O objetivo de seu blog é informar sobre todos os assuntos do momento, de forma dinâmica, sempre fornecendo pautas e notícias atualizadas , para quem vive na correria, mas quer sempre se informar sobre tudo que está acontecendo no Brasil e no mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: