CULTURA:

RÁDIO:

OS CEM ANOS DO RÁDIO NO BRASIL

Janaina Sá Brito

                 Hoje, dia sete de Setembro, além do bicentenário da independência do Brasil, comemoramos também o centenário da primeira transmissão de Rádio no Brasil. O evento, aconteceu no Rio De Janeiro, dia sete de Setembro de 1922,  no morro do corcovado, quando o presidente da República Epitácio Pessoa, fez um discurso que foi irradiado do local. Quem estava presente nesse evento, era Edgard Roquete Pinto, que logo fundou a primeira Rádio do Brasil, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro. Dois anos depois, em 1924, foi fundada a Rádio Sociedade Riograndense e três anos depois, em 1927, a Rádio Sociedade Gaúcha, atual Rádio Gaúcha de Porto Alegre. Anos mais tarde, foram fundadas as Rádios Bandeirantes, Itatiaia, Guaíba e muitas outras. O primeiro programa de Rádiojornalismo do Brasil, foi o Repórter Esso, apresentado por Eron Domingues, que ficou no ar de 1941 a 1968. O noticioso, foi a fonte de inspiração para os programas Correspondente Ipiranga, Correspondente Renner e Repórter CBN. Antes da primeira irradiação no Brasil, o Italiano Guglielmo Marconi, criou e patenteou o código Morse e logo após, em 1899, o padre Gaúcho Roberto Landell De Moura, fez sua primeira experiência Rádiofônica em São Paulo.

                 As Rádios de notícia se modernizaram , criando um grande dinamismo e interatividade com os ouvintes, fazendo com que os comunicadores ficassem mais próximos, podendo resolver problemas da cidade ou discutir assuntos de todos os níveis, que são citados durante a programação. Depois das Rádios de Rádiojornalismo, surgiram as Rádios musicais populares e seguimentadas. Hoje, o Rádio vai muito além daquele grande móvel que ficava no meio da sala das famílias e do Rádinho de pilha, ele está no celular, no tablet, no computador, no blootooth, conectado no aparelho  de som de casa ou no Rádio do carro. Enfim, o Rádio é tudo hoje.

                 O Rádio também foi quebrando a magia da surpresa da cara dos locutores de voz sensual e empostada, com o advento das lives do youtube, durante as transmissões dos programas, junto com as redes sociais, até o padrão de comunicação, da leitura das notícias e do jeito de conduzir um noticiário, ou seja, a descontração impera nos Rádiojornais , dando uma leveza, motivando o ouvinte a ficar sempre ligado. Esta que vos escreve, é Radialista com muito orgulho há quinze anos, pois sempre mostrou sua vocação para esta ferramenta desde criança, quando ficava na casa da avó paterna, brincando de apresentar programas de Rádio, com um gravador. Enfim, Rádio é tudo de bom e não há nada igual!

Viva o Rádio!

Sugestões de pauta, comentários, elogios e críticas? Mande e-mails para: janaina.sabrito@gmail.com 

Autor: ANTENADA

Janaina Sá Brito nasceu no dia 03 de Abril de 1974 em Paris e aos seis meses, mudou-se com a família para Porto Alegre. É Radialista, graduada em Letras-Português e pós-graduada em gestão de conteúdo da comunicação social-jornalismo. O objetivo de seu blog é informar sobre todos os assuntos do momento, de forma dinâmica, sempre fornecendo pautas e notícias atualizadas , para quem vive na correria, mas quer sempre se informar sobre tudo que está acontecendo no Brasil e no mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: