CRÔNICAS:

COMPORTAMENTO:

COMO É BOM SER DONDOCA!

Janaina Sá Brito

                 Na coluna de hoje, vou revelar uma coisa minha que os leitores do ‘Antenada’ não sabem a meu respeito, sempre fui dondoca, sempre tive uma vida de dondoca, apesar de nunca ter dormido até o meio dia, em razão de estudar de manhã no colégio e na faculdade até me formar, mas nas férias, claro que eu dormia até mais tarde, mas no máximo até umas nove da manhã, quando o meu relógio biológico deixava, pois mesmo quando eu não precisava acordar cedo, ele despertava lá pelas seis da manhã.

                 Pois então, como nunca precisei trabalhar, pelo fato de minha família materna ser de classe média alta, sempre tive uma vida de dondoca, sempre adorei fazer compras em shopping, usar roupas de grife, bons perfumes e frequentar as melhores lanchonetes e sorveterias e os melhores restaurantes e cafeterias. Morei durante 34 anos no Bairro Moinhos De Vento, um dos Bairros nobres de Porto Alegre e desde o ano passado, moro em outro Bairro nobre de Porto Alegre, onde morei pela primeira vez, há 46 anos atrás, o Bairro Higienópolis. Também sempre gostei de viajar para a serra, o litoral e  para outras cidades. Eu adoro o luxo e uma outra coisa que me fez continuar vivendo vida de dondoca, após ter me formado na faculdade, foi a questão de minha dupla deficiência, que não me inseriu no mercado de trabalho , como eu gostaria, na verdade, só em 2020, é que eu fui inserida no mercado, como eu gostaria, trabalhando na área que eu sempre quis trabalhar, que é o jornalismo.

                 Faz tempo que não faço minhas dondoquices, como antigamente, ainda mais depois da pandemia, onde tudo ficou fechado e as pessoas isoladas em suas casas. Uma coisa que gostaria muito, é de aparecer em colunas sociais, nas festas dos principais clubes de Porto Alegre, como o Leopoldina Juvenil, o Grêmio Náutico União, o Country Clube e a SOGIPA (Sociedade Ginástica Porto Alegre). Já fui ao Country Clube quando era pequena, no aniversário de minha bisavó materna, que faleceu há 38 anos, mas nunca apareci em colunas sociais, em razão de minha mãe, que nasceu rica, nunca ter gostado disso, pelo fato de ser mais intelectualizada que suas primas e que sua irmã e detestar tudo isso, casando-se com um rapaz de outro nível e rebelde, contra os burgueses, minha mãe, entrou nessa modinha e se arrependeu depois, descobrindo que idealismo não paga as contas e que não dá para abrir mão de uma vida financeira estável em razão de questões políticas e sociais, pois sem dinheiro, ninguém pode viajar, muito menos pagar as contas da casa.

                 Confesso, gosto muito de assistir ao programa do colunista social Gaúcho Odalgir Lazzari, todos os Domingos no canal Bah ou canal 20 da Net, como era chamado antigamente aqui em Porto Alegre. Tive a oportunidade de conhecer o Odalgir em 2007, quando fazia o curso de locução Rádio e TV, na antiga FEPLAM (Fundação Educacional Padre Landell De Moura) e atual OCIP Padre Landell De Moura. Eu precisava apresentar um trabalho de curso, que era uma entrevista de dez minutos. Como uma das minhas colegas conhecia o Odalgir e era colunista de seu programa, fui apresentada a ele e o entrevistei. Ele é uma pessoa muito educada e simpática. Nos seguimos no Instagram e ele curte todas as fotos que posto de minhas plantas e gatos. Um luxo!

                 Sou uma dondoca intelectualizada e culta, ao contrário das dondocas de quarenta, cinquenta, sessenta e setenta anos atrás e acho que todas as dondocas da atualidade, devem ser como eu, tem dondoca que já trabalhou, casou e parou de trabalhar, após casar com marido de excelente situação financeira, deixando seu emprego, em razão de transferências profissionais do cônjuge. Então, mesmo que eu trabalhasse, não deixaria de ser dondoca, acho linda a vida de dondoca e assumo! Viva as dondocas!

Sugestões de pauta, comentários, elogios e críticas? Mande e-mails para: janaina.sabrito@gmail.com

Autor: ANTENADA

Janaina Sá Brito nasceu no dia 03 de Abril de 1974 em Paris e aos seis meses, mudou-se com a família para Porto Alegre. É Radialista, graduada em Letras-Português e pós-graduada em gestão de conteúdo da comunicação social-jornalismo. O objetivo de seu blog é informar sobre todos os assuntos do momento, de forma dinâmica, sempre fornecendo pautas e notícias atualizadas , para quem vive na correria, mas quer sempre se informar sobre tudo que está acontecendo no Brasil e no mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: