ELEIÇÕES 2018

ck oaparams=2__bannerid=1046__…
Projetos de Bolsonaro e Haddad exigem mudanças na Constituição

A Constituição Federal brasileira completou 30 anos. (Foto: Reprodução)
15 de outubro de 2018 Brasil, Capa – Destaques, Política
Algumas das principais propostas de governo dos presidenciáveis Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) demandariam mudanças na Constituição brasileira. Essas alterações teriam que ser feitas por meio de PECs (propostas de emendas à Constituição), que precisam passar por diversas instâncias de deliberação e de tramitação antes de serem definitivamente aprovadas.
Em um cenário em que a Câmara e o Senado estarão mais fragmentados do que nunca na história a partir de 2019, é quase certo que o futuro presidente terá grandes dificuldades caso queira alterar a Constituição. Uma PEC precisa passar por votações na Câmara e no Senado para que seja aprovada. As votações se dão sempre em dois turnos, sendo exigido o apoio de pelo menos três quintos do total de membros de cada Casa para aprovação.
As principais propostas de Bolsonaro que precisariam de PECs são a redução da maioridade penal; as mudanças nas reservas indígenas; alterações no 13º salário; além da ideia de convocar uma Assembleia Nacional Constituinte, apresentada pelo vice, general Hamilton Mourão (PRTB), e depois negada pelo presidenciável.
No caso da maioridade penal, Bolsonaro tem dito que, caso eleito, deve tentar reduzi-la para 17 anos. Outro presidente, então, faria a redução para os 16 anos. Segundo Diogo Rais, professor de direito do Mackenzie e da FGV-SP, há uma “zona cinzenta” ao tratar da mudança.
“Há três leituras possíveis. Uma delas, a mais branda, diz que seria possível, sim, mudar por PEC. Uma segunda leitura é a de que só uma nova Constituição permitiria tal alteração, dado que a redução toca na cláusula pétrea do direito à vida. Uma terceira visão seria a de que nem mesmo uma nova Constituição autorizaria, já que o Brasil firmou compromissos com sistemas internacionais de direitos que vedam a mudança. É uma discussão que acabaria no STF”, diz Rais.
Sobre o projeto do presidenciável do PSL de colocar as terras indígenas para os próprios índios administrarem, dando-lhes a possibilidade de as venderem, Rais afirma que a Constituição fala em “posse permanente” e “usufruto exclusivo das terras pelos índios, confirmando, assim, que apenas uma PEC possibilitaria a realização do projeto.
A campanha de Bolsonaro não chegou a tratar formalmente do 13º salário. Mas Mourão fez críticas ao benefício e chegou a sugerir o parcelamento dos valores. Ele depois foi desautorizado por Bolsonaro, que disse que o direito não pode ser suprimido.
De acordo com o professor de direito da USP Dircêo Torrecillas Ramos, o 13º salário não pode ser extinto, mas propostas para modificar o modo de pagamento podem ser tratadas por meio de PEC. “Pode modificar se for para melhorar. Uma PEC poderia apontar uma orientação geral sobre o 13º salário, deixando mais flexível a negociação da forma de pagamento”, afirma.
Na semana passada, tanto Bolsonaro quanto Haddad recuaram nas propostas de convocar uma Assembleia Constituinte e disseram que não pretendem encaminhá-las.
Haddad
No programa de governo do Haddad, há ao menos sete propostas de alteração na Constituição. Entre elas pontos historicamente caros ao petismo, como um marco regulatório das empresas de comunicação, expandir para a iniciativa popular o direito de convocar um plebiscito e a adoção do voto proporcional e em lista pré-ordenada. À lista, somou-se, após o impeachment, a revogação de uma outra PEC, a do teto de gastos, aprovada no governo Temer, que limita o aumento dos gastos do governo federal por até 20 anos.
“Nesse momento atual de radicalismo político, será muito difícil alcançar o número de votos necessários para aprovar essas emendas. Então, algumas dessas propostas, tanto de Bolsonaro quanto de Haddad, podem ser até legítimas, mas de complexa exequibilidade”, diz Walber de Moura Agra, doutor em direito pela Universidade Federal de Pernambuco e procurador do mesmo Estado.
No campo do Judiciário, Haddad propõe instituir mandatos para ministros da Cortes superiores. No econômico, uma reforma tributária que implemente o IVA (Imposto sobre Valor Agregado), que substituiria a atual estrutura de impostos indiretos.
FONTE: JORNAL O SUL
WWW.osul.com.br

ECONOMIA

ck oaparams=2__bannerid=1046__…
O mercado financeiro aumentou a sua estimativa para a inflação no País neste ano e em 2019

Expectativa de inflação para este ano passou de 4,40% para 4,43%. (Foto: Divulgação)
15 de outubro de 2018 Brasil, Capa – Destaques, Economia, Notícias
Os economistas do mercado financeiro elevaram a sua estimativa de inflação para este ano e também para 2019. As expectativas constam no Boletim Focus, divulgado nesta segunda-feira (15) pelo BC (Banco Central). O relatório é resultado de um levantamento feito com mais de cem instituições financeiras.
Para o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação oficial do País, o mercado financeiro elevou a estimativa de 4,40% para 4,43% para este ano. Essa foi a quinta alta seguida do indicador.
Mesmo assim, a expectativa do mercado ainda segue pouco abaixo da meta de inflação, que é de 4,5% neste ano, e dentro do intervalo de tolerância previsto pelo sistema. A meta terá sido cumprida se o IPCA ficar entre 3% e 6% em 2018. A meta de inflação é fixada pelo CMN (Conselho Monetário Nacional). Para alcançá-la, o Banco Central eleva ou reduz a Selic (taxa básica de juros da economia).
Para 2019, os economistas das instituições financeiras aumentaram a sua expectativa de inflação de 4,20% para 4,21%. A meta central do próximo ano é de 4,25%, e o intervalo de tolerância do sistema de metas varia de 2,75% a 5,75%.
Produto Interno Bruto
Para o crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) deste ano, a previsão do mercado financeiro permaneceu em 1,34%. O Produto Interno Bruto é a soma de todos os bens e serviços produzidos no País e serve para medir a evolução da economia.
Para o ano que vem, a expectativa do mercado para a expansão da economia continuou em 2,50%. Os economistas dos bancos também não alteraram a previsão de expansão da economia para 2020 e para 2021, que continuou em 2,5% para esses anos.
Taxa de juros
O mercado manteve estável em 6,50% ao ano a estimativa para a taxa básica de juros da economia no final de 2018 – atual patamar e piso histórico. Para o fim de 2019, a expectativa do mercado financeiro para a Selic continuou em 8% ao ano. Desse modo, os analistas seguem prevendo alta dos juros no ano que vem.
Dólar
A projeção do mercado financeiro para a taxa de câmbio no fim de 2018 recuou de R$ 3,89 para R$ 3,81 por dólar. Para o fechamento de 2019, caiu de R$ 3,83 para R$ 3,80 por dólar.
Balança comercial
Para o saldo da balança comercial (resultado do total de exportações menos as importações), a projeção em 2018 ficou estável em US$ 55 bilhões de resultado positivo. Para o ano que vem, a estimativa dos especialistas do mercado para o superávit recuou de US$ 46,3 bilhões para US$ 45,5 bilhões.
Investimento estrangeiro
A previsão do relatório para a entrada de investimentos estrangeiros diretos no Brasil em 2018 cresceu de US$ 67,5 bilhões para US$ 68 bilhões. Para 2019, a estimativa dos analistas caiu de US$ 76 bilhões para US$ 75,65 bilhões
FONTE: JORNAL O SUL
WWW.osul.com.br.

A NOVA PAQUERA DO SÉCULO 21

A NOVA PAQUERA DO SÉCULO 21
Janaina Sá Brito
Antigamente, nos anos 60, 70, 80 e início dos 90, a paquera era real, as pessoas se conheciam na Escola, na Universidade, na balada, na Rua em que moravam e no trabalho e flertavam trocando olhares, até conversar, bater um papo em algum lugar para se conhecer melhor , sair bastante para pegar um cinema, dançar, passear no parque, assistir um show e depois de um tempo, se declarar e engatar um namoro. No início dos anos 90, inventou-se uma nova forma de paquera, o ficar, abraçar e beijar sem compromisso antes de engatar um namoro sério. No fim dos anos 90, com o advento da internet, as paqueras tornaram-se virtuais, surgiram os chats de bate-papo e os sites de paquera.
Nos anos 2000, a coisa mudou mais ainda de figura, as paqueras virtuais foram crescendo cada vez mais e o ficar passou dos beijos e abraços e evoluiu para o sexo casual, antes do engate do namoro. O que veio notando-se, é que a falta de compromisso ficou cada vez maior, as ficadas passaram a durar meses e o namoro sério passou a ficar escasso, pois as pessoas passaram a priorizar a sua vida profissional e deixaram sua vida pessoal de lado, não pensando nem em casamento. Até o casamento foi substituído pelo morar junto e a maternidade passou dos trinta para os quarenta anos, pois é o período em que todas as mulheres já estudaram e se profissionalizaram, construindo sua vida financeira e nessa idade já sentem-se preparadas para serem mães e experimentarem essa linda sensação. A partir dos anos 2010, as paqueras virtuais passaram a ser móveis, com o surgimento dos smartphones, criando-se assim os aplicativos de paquera Tinder e Happy, fazendo com que os paqueradores utilizassem cada vez mais essa nova moda.
Já vi muita gente que se conheceu pela internet namorar, casar e ser muito feliz, mas confesso que depois da invenção do Tinder e do Happy, só vi um relacionamento dar certo, pois as pessoas hoje em dia não tem muita paciência de conviver e aceitar as manias e defeitos do outro, não existe mais aquela máxima de que vamos encontrar o amor da nossa vida e sermos felizes para sempre. As pessoas tornaram-se cada vez mais workaholics devido ao acúmulo de funções em seu trabalho, que são frutos de uma gama de especializações que surgiram no meio acadêmico e que abriram muitas portas profissionais, por essa razão, o compromisso de uma vida afetiva não é prioridade, nem os amigos e parentes as pessoas conseguem ver mais, o que dirá namorar e casar, mas isso tudo é fruto da crescente globalização, que interfere inclusive no contato com as pessoas, pois hoje em dia é mais fácil tu falares com teus amigos por whatsapp do que ligar e visitar. Será que no futuro não existirão mais paqueras, namoros, uniões e construções de famílias? Se bem que até as famílias mudaram nos dias de hoje, mas confesso que sou das antigas e ainda prefiro a paquera tradicional, quando as pessoas se conheciam, conversavam e logo engatavam um namoro sério, nunca curti esse lance de ficar, acho que falta amor, afeto e é mais uma atração física e sexual do que outra coisa.
O importante mesmo é as pessoas se conhecerem e experimentarem os novos tipos de paquera, afinal, o mundo mudou e temos que acompanhar suas novas tendências, mesmo que algumas delas não nos agradem, se é assim que tem que ser, assim será! A única coisa que quero de fato é que o amor verdadeiro não morra nunca! Viva o amor, o carinho, o romantismo, a paixão, a ternura e o bem querer! Vamos nos amar galera!

ABERTA A OPERAÇÃO VIAGEM SEGURA PARA O FERIADÃO DE NOSSA SENHORA APARECIDA NO RS

ck oaparams=2__bannerid=1091__…
A Operação Viagem Segura de Nossa Senhora Aparecida reforça a fiscalização nas rodovias gaúchas a partir desta quinta-feira
As estradas devem receber grande movimentação em direção ao litoral e ao interior do Estado devido ao feriado desta sexta. (Foto: Divulgação)
10 de outubro de 2018 Capa – Destaques, Geral, RS
A 94ª edição da Operação Viagem Segura será realizada da 0h desta quinta-feira (11) até a meia-noite de domingo (14) nas rodovias estaduais e federais do Rio Grande do Sul. As estradas devem receber grande movimentação em direção ao litoral e ao interior do Estado devido ao feriado de Nossa Senhora Aparecida, na sexta-feira (12).
A PRF (Polícia Rodoviária Federal), o Detran-RS (Departamento Estadual de Trânsito), a Polícia Civil, a BM (Brigada Militar) e o Comando Rodoviário da BM estarão mobilizados para que o feriado seja tranquilo no trânsito, com menos acidentes e vítimas. Em Porto Alegre, como já é de costume, uma megablitz será realizada na quinta-feira.
A análise dos acidentes fatais decorrentes dos feriados de Nossa Senhora Aparecida (2007-2017) aponta que a média de mortes foi de 6,3 por dia, menor do que a média geral dos finais de semana, que é de 7,2 mortes por dia. Isso representa que a cada três horas e 35 minutos uma pessoa perde a vida no trânsito no Rio Grande do Sul nesse feriado.
No ano passado, como o 12 de outubro caiu em uma quinta-feira, a operação durou cinco dias, contabilizando 19 mortes, com uma média de 3,8 por dia. Mas foi em 2016 que a média histórica foi a maior. O feriado naquele ano caiu em uma quarta-feira, e a operação durou apenas 24 horas, com 12 vidas perdidas.
Nos últimos dez anos, segundo informações do governo do Estado, 52% das mortes ocorreram em rodovias e concentraram-se nos dias de ida e nos intermediários, no turno da noite. Recomenda-se um cuidado redobrado nesses dias e horários. Os municípios que registraram maior número de vítimas fatais foram Porto Alegre (17), Pelotas (9), São Leopoldo (7), Alvorada, Novo Hamburgo e Gravataí (com 6 cada).
Sobre a Viagem Segura
Também atuam como parceiros na Operação Viagem Segura órgãos de trânsito municipais e representantes da sociedade civil organizada, como o Lions Club. As 93 edições da operação desenvolvidas até agora contabilizam mais de 5,4 milhões de veículos fiscalizados e 210 mil testes de bafômetro aplicados.
Foram registradas mais de 962,9 mil infrações, das quais 19 mil autuações por embriaguez, incluindo as recusas ao teste do bafômetro. A fiscalização também recolheu 89,9 mil veículos e 24,6 mil CNHs (carteiras nacionais de habilitação).

FONTE: JORNAL O SUL
http://www.osul.com.br

CIGARRINHO PIRATA!

ck oaparams=2__bannerid=1034__…
Polícia Federal realiza operação contra quadrilhas que movimentavam mais de 2 milhões e meio de reais por mês com o comércio ilegal de cigarros no Rio Grande do Sul
Cerca de 250 policiais federais cumpriram 16 mandados de prisão e 66 de busca e apreensão em municípios do RS e de Santa Catarina. (Foto: PF/Divulgação)
10 de outubro de 2018 Capa – Destaques, Geral, RS
A PF (Polícia Federal) deflagrou, na manhã desta quarta-feira (10), a Operação Pancada para desarticular duas grandes organizações criminosas investigadas por comercializarem cigarros contrabandeados ou distribuídos com sonegação de tributos no Rio Grande do Sul.
Cerca de 250 policiais federais cumpriram 16 mandados de prisão e 66 de busca e apreensão em municípios do RS e de Santa Catarina. A investigação iniciou em março de 2018, quando a PF descobriu um depósito em Rio Grande, no Litoral Sul do RS, com 380 mil maços de cigarros estrangeiros, avaliados em R$ 2 milhões. Na ocasião, quatro pessoas foram presas em flagrante.
A apuração constatou a atuação de organizações criminosas que distribuíam, na Região Sul do RS, cigarros contrabandeados e também produzidos clandestinamente no Brasil, de marcas idênticas às paraguaias. O preço do produto falsificado, muitas vezes, era inferior ao do cigarro contrabandeado.
Estima-se que as quadrilhas movimentavam mais de R$ 2,5 milhões por mês com a distribuição de meio milhão de maços de cigarros na região. A investigação teve o apoio da Receita Federal e da Polícia Rodoviária Federal.
Do total de mandados de prisão da operação deflagrada nesta quarta-feira, 15 foram cumpridos em Rio Grande e um em Gravataí, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Mandados de busca e apreensão também foram cumpridos nessas cidades e em Pelotas, Cachoeirinha, Alvorada, Porto Alegre, Barão do Triunfo, Canoas, Esteio, Caxias do Sul, Agudo, Cachoeira do Sul e Maracajá (SC).
Mercado ilegal
Quarenta e oito por cento do total de cigarros consumidos no Brasil é oriundo do contrabando, principalmente do Paraguai, que tem o menor imposto do mundo para o produto, segundo o ETCO (Instituto Brasileiro de Ética Concorrencial). Esse crime financia outros mais graves, como o tráfico de drogas e de armas, lavagem de dinheiro, sonegação, corrupção e trabalho escravo.
“Há um sentimento de impunidade, de baixo risco, o que incentiva o contrabando”, disse o presidente do ETCO, Edson Vismona. “O espaço das fronteiras está sendo ocupado pelo crime organizado. Não podemos aceitar isso. Precisamos formular políticas para combater o crime, para fortalecer o desenvolvimento, a integração”, afirmou Vismona. “Temos que ter uma visão mais de integração entre os países. A fronteira não pode ser um espaço abandonado. Temos que cuidar da nossa segurança”, prosseguiu.
“Temos que defender o mercado legal. O ETCO articula ações para isso. Estimula a ética concorrencial, a defesa da lei. Os países mais desenvolvidos têm índices elevados de respeito à lei, à ética. O grande desafio do século 21 é a defesa da legalidade”, concluiu o presidente do instituto, fundado em 2003.
FONTE: JORNAL O SUL
WWW.osul.com.br

PAPA SINCERO

JORNAL O SUL
A fonte notícias, esporte e entretenimento dos gaúchos.

ck oaparams=2__bannerid=1091__…
O papa comparou o aborto ao uso de um “matador de aluguel”

“Interromper uma gravidez é como eliminar alguém”, disse o pontífice. (Foto: Reprodução)
10 de outubro de 2018 Capa – Destaques, Mundo, Notícias
O papa Francisco comparou nesta quarta-feira (10) a interrupção voluntária da gravidez a recorrer a um “matador de aluguel”, na homilia pronunciada durante a sua tradicional audiência na Praça de São Pedro do Vaticano.
“Interromper uma gravidez é como eliminar alguém. É justo eliminar uma vida humana para resolver um problema?”, questionou o pontífice aos fiéis reunidos no Vaticano. “É justo contratar um matador de aluguel para resolver um problema?”, prosseguiu, saindo do texto que havia preparado. “Eliminar um ser humano é como contratar um matador de aluguel para resolver um problema”, insistiu.
O papa criticou em sua homilia “a perda de valor da vida humana” em consequência das guerras, da exploração do homem e da cultura da exclusão. E ele adicionou a essa lista o fim da vida no ventre materno “em nome da salvaguarda de outros direitos”. “Mas como um ato que suprime a vida inocente pode ser terapêutico, civil ou simplesmente humano?”, perguntou o pontífice argentino.
Diabo
O diabo está vivo e fazendo hora extra para prejudicar a Igreja Católica Romana, disse o papa Francisco. O pontífice está tão convencido de que Satã tem culpa pela crise de abusos sexuais e pelas profundas divisões que assolam a Igreja que pediu a católicos de todo o mundo que recitem uma prece especial todos os dias de outubro para tentar afastá-lo.
“A Igreja precisa ser salva dos ataques do maligno, do grande acusador, e ao mesmo tempo ser cada vez mais conscientizada de sua culpa, seus erros e abusos cometidos no presente e no passado”, disse Francisco em mensagem no dia 29 de setembro.
Desde que foi eleito, em 2013, Francisco deixou claro que acredita que o diabo é real. Em documento divulgado em abril sobre a santidade no mundo moderno, o papa mencionou o diabo mais de dez vezes.
“Não deveríamos pensar no diabo como um mito, uma representação, um símbolo, uma figura de linguagem ou uma ideia. Este erro nos levaria a baixar nossa guarda, a nos tornarmos descuidados e acabar mais vulneráveis”, escreveu no documento.
A Igreja Católica tem sido abalada por uma sucessão de escândalos de abuso sexual, da Alemanha aos Estados Unidos e ao Chile. Ao mesmo tempo, uma polarização crescente entre conservadores e liberais da Igreja chegou até as redes sociais.
Denúncia
Um importante cardeal do Vaticano emitiu uma contundente crítica ao embaixador que acusou o papa Francisco de encobrir a má conduta sexual de um proeminente cardeal norte-americano e pedir a renúncia do líder católico. Em carta aberta, o prefeito da Congregação dos Bispos, cardeal Marc Ouellet, afirmou que a denúncia do ex-núncio apostólico dos EUA, Carlo Maria Viganò, de que o papa teria encoberto o ex-cardeal norte-americano Theodore McCarrick é uma “armação política” sem real fundamento.
Ouellet confirmou que McCarrick, agora com 88 anos, recebeu no passado recomendações disciplinares por causa das suspeitas de má conduta, mas disse que a “exortação” para viver uma vida discreta, de oração e penitência, foi interrompida porque à época não houve confirmação sobre os rumores.
A carta de Ouellet foi divulgada no domingo, um dia depois de Francisco autorizar um “estudo minucioso” de todos os arquivos do Vaticano sobre como McCarrick avançou na hierarquia da Igreja Católica, apesar das alegações de que ele abusava sexualmente de seminaristas e jovens sacerdotes.

FONTE: JORNAL O SUL
WWW.osul.com.br

COMPORTAMENTO: CRESCE O NÚMERO DE SUICÍDIOS ENTRE OS JOVENS NO RS

O Rio Grande do Sul é o segundo Estado brasileiro com maior comportamento suicida entre os adolescentes
Paralelamente, o comportamento suicida entre adultos continua preocupando a comunidade médica. (Foto: Reprodução)
9 de outubro de 2018 Bem-Estar, Capa – Caderno 1, Geral, RS, Saúde
O comportamento suicida, tema tão discutido atualmente, é uma das principais causas de mortes de adolescentes no Brasil. O luto para quem fica, segundo especialistas, também é uma questão que precisa ser abordada de forma mais aprofundada, auxiliando familiares e amigos a conviverem com a ausência de quem decidiu partir.
Em um evento realizado pela Amrigs (Associação Médica do Rio Grande do Sul) na última semana, esses tópicos ganharam repercussão, chamando a atenção, principalmente, o fato de que, em 2017, o Rio Grande do Sul ficou em segundo lugar no ranking de tentativas de tirar a própria vida praticadas por adolescentes. A informação foi repassada pela psiquiatra infantil Berenice Rheinheimer.
“A estimativa da OMS (Organização Mundial da Saúde) é de que aconteçam cerca de 800 mil suicídios por ano. Destes, aproximadamente 67 mil são de menores de 19 anos”, relatou Berenice. De acordo com a psiquiatra, o perfil de quem comete suicídio não é o mesmo de quem faz tentativas.
Dessa forma, a médica reforçou a necessidade de ações específicas para cada grupo, exemplificando com a iniciativa da Coreia do Sul, “Ponte da Vida”, a qual reduziu em 85% o número de mortes por esse motivo no país asiático. A ação teve início em 2012 e consiste em um sensor que ativa luzes quando alguém se aproxima da “borda de segurança”. Em frente, estão frases como “Vá ver as pessoas de quem você sente saudade” e “Os melhores momentos da sua vida ainda estão por vir”.
Paralelamente, o comportamento suicida entre adultos continua preocupando a comunidade médica. De acordo com o psiquiatra Rafael Moreno de Araújo, homens com idade entre 40 e 49 anos atentam mais contra a própria vida do que as mulheres. Em pesquisa realizada pelo profissional, com cerca de 50 mil pessoas através da internet em todo o Brasil, 60% delas já tiveram pelo menos um pensamento suicida passageiro.
“Aproximadamente 50% das pessoas conseguem cometer suicídio na primeira tentativa. Destas, a metade teve diagnóstico de algum transtorno mental ou já passou por algum clínico mental. Entre as características da tentativa, 60% agem impulsivamente, 14% passam cerca de seis meses planejando o ato e 22% já tentaram ambos”, explicou Araújo.
Uma perspectiva que também merece atenção quando o assunto é comportamento suicida é o luto. O médico de família e comunidade e monge zen budista André Yakusan Silva afirmou que, para cada suicídio, são afetadas direta ou indiretamente mais de cem pessoas.
“Entre as diferenças do luto e da depressão, estão a culpabilidade pela situação, que no primeiro caso é dirigida aos outros e ao destino e na segunda situação à própria pessoa, os sintomas psicóticos, que não ocorrem no luto, embora seja possível imaginar ou ver e ouvir a pessoa falecida, e a evolução dos sintomas, que são persistentes na depressão e flutuantes no luto”, disse Silva.
Distúrbios relacionados ao sono, apetite e isolamento social são comportamentos característicos de quem está passando pelo processo de luto. De acordo com o médico e monge, é necessário ajudar a pessoa a se dar conta da perda e a viver com a ausência do falecido. Com relação ao luto por suicídio, aconselha-se escutar sem julgamentos, críticas ou preconceitos, ser paciente e não evitar o nome de quem faleceu.
Compartilhe:Share via FacebookShare via TwitterShare via WhatsAppShare via Email
Deixe seu comentário:
0 comentários
Classificar por
Mais antigos
janaina
Adicione um comentário…

Plugin de comentários do Facebook

Navegação de Post
O ditador Kim Jong-un vai convidar o papa para visitar a Coreia do Norte
A inflação para o consumidor aumentou em Porto Alegre e em mais cinco capitais pesquisadas na primeira semana de outubro
BUSCA

ck oaparams=2__bannerid=1065__…
O Brasil tem quase 8 milhões de pobres, segundo as Nações Unidas
O Brasil tem quase 8 milhões de pobres, segundo as Nações Unidas
8 de outubro de 2018
O Brasil tem 7,913 milhões de pessoas que vivem em situação de pobreza, segundo dados do Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento). A população brasileira nessa situ…
A maioria dos ex-ministros do governo de Michel Temer concorrendo nas eleições saiu derrotada nas urnas
8 de outubro de 2018
O percentual de mulheres eleitas para a Câmara dos Deputados cresceu de 10% para 15%: o Brasil elegeu 75 deputadas federais
8 de outubro de 2018
Cento e oitenta quilos de maconha foram encontrados em um carro roubado que tentou fugir de uma barreira policial e colidiu contra um caminhão em uma rodovia federal gaúcha
Cento e oitenta quilos de maconha foram encontrados em um carro roubado que tentou fugir de uma barreira policial e colidiu contra um caminhão em uma rodovia federal gaúcha
9 de outubro de 2018
A produção da indústria brasileira caiu em seis dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em agosto
A produção da indústria brasileira caiu em seis dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em agosto
9 de outubro de 2018
A inflação para o consumidor aumentou em Porto Alegre e em mais cinco capitais pesquisadas na primeira semana de outubro
A inflação para o consumidor aumentou em Porto Alegre e em mais cinco capitais pesquisadas na primeira semana de outubro
9 de outubro de 2018
O Rio Grande do Sul é o segundo Estado brasileiro com maior comportamento suicida entre os adolescentes
O Rio Grande do Sul é o segundo Estado brasileiro com maior comportamento suicida entre os adolescentes
9 de outubro de 2018
O ditador Kim Jong-un vai convidar o papa para visitar a Coreia do Norte
O ditador Kim Jong-un vai convidar o papa para visitar a Coreia do Norte
9 de outubro de 2018
A Mega-Sena pode pagar 23 milhões de reais nesta quarta-feira
A Mega-Sena pode pagar 23 milhões de reais nesta quarta-feira
9 de outubro de 2018
Livro de artista plástica porto-alegrense provoca um olhar sobre as relações de vizinhança através das janelas da cidade
Livro de artista plástica porto-alegrense provoca um olhar sobre as relações de vizinhança através das janelas da cidade
9 de outubro de 2018
FIC 2018 receberá competição de empresas e startups para criarem soluções voltadas aos cidadãos
FIC 2018 receberá competição de empresas e startups para criarem soluções voltadas aos cidadãos
9 de outubro de 2018
Bolsonaro terá mais palanques do que Haddad nos Estados neste segundo turno
Bolsonaro terá mais palanques do que Haddad nos Estados neste segundo turno
9 de outubro de 2018
Após críticas, Bolsonaro e Haddad descartaram fazer uma nova Constituição para o País
Após críticas, Bolsonaro e Haddad descartaram fazer uma nova Constituição para o País
9 de outubro de 2018
Glauber Duarte e Marina Machado apresentam Part_Ilha: Voz, Violão e Poesia nesta quarta-feira no projeto London Autoral
Glauber Duarte e Marina Machado apresentam Part_Ilha: Voz, Violão e Poesia nesta quarta-feira no projeto London Autoral
9 de outubro de 2018
Quase metade da Câmara dos Deputados será formada por milionários
Quase metade da Câmara dos Deputados será formada por milionários
9 de outubro de 2018
Direitos Reservados – O Sul – Rede Pampa de Comunicação | RS – Brasil.

ECONOMIA: CRESCIMENTO DA INDÚSTRIA BRASILEIRA CAI ATUALMENTE

A produção da indústria brasileira caiu em seis dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em agosto

As maiores quedas foram registradas no Amazonas (-5,3%), no Pará (-1,1%), no Espírito Santo (-0,9%) e em São Paulo (-0,9%). (Foto: EBC)
9 de outubro de 2018 Brasil, Capa – Caderno 1, Economia, Notícias
A produção da indústria brasileira caiu em agosto em seis dos 15 locais pesquisados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) na comparação com julho, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (09).
As maiores quedas foram registradas no Amazonas (-5,3%), Pará (-1,1%), Espírito Santo (-0,9%), São Paulo (-0,9%), Santa Catarina (-0,7%) e Rio de Janeiro (-0,3%). Já as maiores altas foram observadas no Mato Grosso (3,0%), Bahia (2,7%) e Pernambuco (2,6%).
Na média do País, a produção industrial brasileira caiu 0,3% em agosto frente ao mês anterior, conforme divulgado pelo IBGE. No acumulado no ano, a indústria tem alta de 2,5%. Em 12 meses, houve perda de ritmo, passando de um avanço de 3,3% até julho para 3,1% até agosto.
No acumulado dos oito primeiros meses do ano, frente a igual período de 2017, houve altas em 11 dos 15 locais pesquisados, com destaque para o avanço de dois dígitos no Amazonas (10,9%), Pará (9,2%), Pernambuco (5,6%), Santa Catarina (4,6%), Rio de Janeiro (4,5%), São Paulo (3,7%) e Rio Grande do Sul (3,7%).
Nesses locais, segundo o IBGE, o maior dinamismo foi puxado pela expansão na fabricação de bens de capital (em especial aqueles voltados para o setor de transportes, para construção e de uso misto); de bens intermediários (minérios de ferro, celulose, óleo diesel, naftas para petroquímica, querosenes de aviação, siderurgia, derivados da extração da soja, preparações em xarope para elaboração de bebidas para fins industriais, pneus, peças e acessórios para indústria automobilística, autopeças, embalagens e produtos de borracha e de material plástico); de bens de consumo duráveis (automóveis e eletrodomésticos da “linha marrom”); e de bens de consumo semi e não-duráveis (cervejas, chope, carnes de bovinos congeladas, frescas ou refrigeradas, álcool etílico, medicamentos e produtos de perfumaria, sabões, limpeza e de higiene pessoal).
As maiores quedas no acumulado no ano foram observadas em Goiás (-3,6%) e no Espírito Santo (-3,4%), pressionadas, principalmente, pelo comportamento negativo vindo das atividades de produtos alimentícios (açúcar cristal, no primeiro local; e de produtos de minerais não-metálicos (granito talhado ou serrado – inclusive chapas – e cimentos) e celulose, papel e produtos de papel (celulose), no segundo.
Recuperação lenta
Com o desemprego elevado e a confiança dos empresários ainda baixa diante das incertezas em relação às eleições, o Brasil vem mostrando dificuldades em engrenar um ritmo forte de crescimento, com as empresas relutando em investir. No segundo trimestre, a indústria registrou contração de 0,6%, contribuindo para que o PIB (Produto Interno Bruto) do País registrasse crescimento de apenas 0,2% sobre os três meses anteriores.
Após divulgação de alta de apenas 0,2% no PIB no segundo trimestre, analistas do mercado passaram a projetar um crescimento mais próximo a 1% em 2018. Segundo a última pesquisa Focus do Banco Central, a expectativa do mercado é de que a economia cresça 1,34% em 2018, menos da metade do que era esperado do começo do ano.
Compartilhe:Share via FacebookShare via TwitterShare via WhatsAppShare via Email
Deixe seu comentário:
0 comentários
Classificar por
Mais antigos
janaina
Adicione um comentário…

Plugin de comentários do Facebook

Navegação de Post
A inflação para o consumidor aumentou em Porto Alegre e em mais cinco capitais pesquisadas na primeira semana de outubro
Cento e oitenta quilos de maconha foram encontrados em um carro roubado que tentou fugir de uma barreira policial e colidiu contra um caminhão em uma rodovia federal gaúcha
BUSCA

ck oaparams=2__bannerid=980__z…
O Brasil tem quase 8 milhões de pobres, segundo as Nações Unidas
O Brasil tem quase 8 milhões de pobres, segundo as Nações Unidas
8 de outubro de 2018
O Brasil tem 7,913 milhões de pessoas que vivem em situação de pobreza, segundo dados do Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento). A população brasileira nessa situ…
A maioria dos ex-ministros do governo de Michel Temer concorrendo nas eleições saiu derrotada nas urnas
8 de outubro de 2018
O percentual de mulheres eleitas para a Câmara dos Deputados cresceu de 10% para 15%: o Brasil elegeu 75 deputadas federais
8 de outubro de 2018
Cento e oitenta quilos de maconha foram encontrados em um carro roubado que tentou fugir de uma barreira policial e colidiu contra um caminhão em uma rodovia federal gaúcha
Cento e oitenta quilos de maconha foram encontrados em um carro roubado que tentou fugir de uma barreira policial e colidiu contra um caminhão em uma rodovia federal gaúcha
9 de outubro de 2018
A produção da indústria brasileira caiu em seis dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em agosto
A produção da indústria brasileira caiu em seis dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em agosto
9 de outubro de 2018
A inflação para o consumidor aumentou em Porto Alegre e em mais cinco capitais pesquisadas na primeira semana de outubro
A inflação para o consumidor aumentou em Porto Alegre e em mais cinco capitais pesquisadas na primeira semana de outubro
9 de outubro de 2018
O Rio Grande do Sul é o segundo Estado brasileiro com maior comportamento suicida entre os adolescentes
O Rio Grande do Sul é o segundo Estado brasileiro com maior comportamento suicida entre os adolescentes
9 de outubro de 2018
O ditador Kim Jong-un vai convidar o papa para visitar a Coreia do Norte
O ditador Kim Jong-un vai convidar o papa para visitar a Coreia do Norte
9 de outubro de 2018
A Mega-Sena pode pagar 23 milhões de reais nesta quarta-feira
A Mega-Sena pode pagar 23 milhões de reais nesta quarta-feira
9 de outubro de 2018
Livro de artista plástica porto-alegrense provoca um olhar sobre as relações de vizinhança através das janelas da cidade
Livro de artista plástica porto-alegrense provoca um olhar sobre as relações de vizinhança através das janelas da cidade
9 de outubro de 2018
FIC 2018 receberá competição de empresas e startups para criarem soluções voltadas aos cidadãos
FIC 2018 receberá competição de empresas e startups para criarem soluções voltadas aos cidadãos
9 de outubro de 2018
Bolsonaro terá mais palanques do que Haddad nos Estados neste segundo turno
Bolsonaro terá mais palanques do que Haddad nos Estados neste segundo turno
9 de outubro de 2018
Após críticas, Bolsonaro e Haddad descartaram fazer uma nova Constituição para o País
Após críticas, Bolsonaro e Haddad descartaram fazer uma nova Constituição para o País
9 de outubro de 2018
Glauber Duarte e Marina Machado apresentam Part_Ilha: Voz, Violão e Poesia nesta quarta-feira no projeto London Autoral
Glauber Duarte e Marina Machado apresentam Part_Ilha: Voz, Violão e Poesia nesta quarta-feira no projeto London Autoral
9 de outubro de 2018
Quase metade da Câmara dos Deputados será formada por milionários
Quase metade da Câmara dos Deputados será formada por milionários
9 de outubro de 2018
Direitos Reservados – O Sul – Rede Pampa de Comunicação | RS – Brasil.

ECONOMIA: INFLAÇÃO OSCILANTE NO RS

A inflação para o consumidor aumentou em Porto Alegre e em mais cinco capitais pesquisadas na primeira semana de outubro
O IPC-S teve queda apenas no Rio de Janeiro, onde passou de 0,37% para 0,31%, segundo a FGV. (Foto: Freepik)
9 de outubro de 2018 Brasil, Capa – Destaques, Economia
O IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor – Semanal) aumentou em seis das sete capitas brasileiras pesquisadas, entre elas Porto Alegre, na primeira semana deste mês, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira (09) pela FGV (Fundação Getulio Vargas).
Na Capital gaúcha, a inflação para o consumidor registrou variação de 0,52%. O resultado foi 0,07 ponto percentual superior ao verificado na quarta semana de setembro. Nesta edição, seis das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram aceleração em suas taxas de variação na cidade, entre as quais se destacam os grupos Alimentação e Transportes, cujas taxas passaram de -0,09% para 0,16% e de 0,73% para 0,95%, respectivamente.
O IPC-S também subiu em Salvador (0,15% para 0,52%), Brasília (0,86% para 0,95%), São Paulo (0,62% para 0,68%), Belo Horizonte (0,20% para 0,27%) e Recife (0,26% para 0,37%). A única exceção foi o Rio de Janeiro, onde o índice caiu de 0,37% para 0,31%.
Inflação oficial
Os analistas das instituições financeiras elevaram a estimativa de inflação para este ano e também passaram a prever um crescimento menor do PIB (Produto Interno Bruto). As expectativas constam no Boletim Focus, divulgado na segunda-feira (08) pelo BC (Banco Central).
Para o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que mede a inflação oficial do País, o mercado financeiro elevou a estimativa de 4,30% para 4,40% para este ano. Essa foi a quarta alta seguida do indicador. O aumento aconteceu após a divulgação do IPCA de setembro, que somou 0,48% e foi o maior para esse mês desde 2015. A alta da inflação no mês passado foi puxada pelos preços de transportes e combustíveis.
Mesmo assim, a expectativa do mercado segue abaixo da meta de inflação, que é de 4,5% neste ano, e dentro do intervalo de tolerância previsto pelo sistema. A meta terá sido cumprida se o IPCA ficar entre 3% e 6% em 2018. A meta de inflação é fixada pelo CMN (Conselho Monetário Nacional). Para alcançá-la, o Banco Central eleva ou reduz a Selic (taxa básica de juros da economia).
Para 2019, os economistas das instituições financeiras mantiveram a sua expectativa de inflação em 4,20%. A meta central do próximo ano é de 4,25%, e o intervalo de tolerância do sistema de metas varia de 2,75% a 5,75%.
Produto Interno Bruto
Para o crescimento do PIB deste ano, a previsão do mercado financeiro recuou de 1,35% para 1,34%. O Produto Interno Bruto é a soma de todos os bens e serviços produzidos no País e serve para medir a evolução da economia.
Para o ano que vem, a expectativa do mercado para a expansão da economia continuou em 2,50%. Os economistas dos bancos também não alteraram a previsão de expansão da economia para 2020 e 2021, que continuou em 2,5% para esses anos.
Compartilhe:Share via FacebookShare via TwitterShare via WhatsAppShare via Email
Deixe seu comentário:
0 comentários
Classificar por
Mais antigos
janaina
Adicione um comentário…

Plugin de comentários do Facebook

Navegação de Post
O Rio Grande do Sul é o segundo Estado brasileiro com maior comportamento suicida entre os adolescentes
A produção da indústria brasileira caiu em seis dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em agosto
BUSCA

ck oaparams=2__bannerid=1065__…
O Brasil tem quase 8 milhões de pobres, segundo as Nações Unidas
O Brasil tem quase 8 milhões de pobres, segundo as Nações Unidas
8 de outubro de 2018
O Brasil tem 7,913 milhões de pessoas que vivem em situação de pobreza, segundo dados do Pnud (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento). A população brasileira nessa situ…
A maioria dos ex-ministros do governo de Michel Temer concorrendo nas eleições saiu derrotada nas urnas
8 de outubro de 2018
O percentual de mulheres eleitas para a Câmara dos Deputados cresceu de 10% para 15%: o Brasil elegeu 75 deputadas federais
8 de outubro de 2018
Cento e oitenta quilos de maconha foram encontrados em um carro roubado que tentou fugir de uma barreira policial e colidiu contra um caminhão em uma rodovia federal gaúcha
Cento e oitenta quilos de maconha foram encontrados em um carro roubado que tentou fugir de uma barreira policial e colidiu contra um caminhão em uma rodovia federal gaúcha
9 de outubro de 2018
A produção da indústria brasileira caiu em seis dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em agosto
A produção da indústria brasileira caiu em seis dos 15 locais pesquisados pelo IBGE em agosto
9 de outubro de 2018
A inflação para o consumidor aumentou em Porto Alegre e em mais cinco capitais pesquisadas na primeira semana de outubro
A inflação para o consumidor aumentou em Porto Alegre e em mais cinco capitais pesquisadas na primeira semana de outubro
9 de outubro de 2018
O Rio Grande do Sul é o segundo Estado brasileiro com maior comportamento suicida entre os adolescentes
O Rio Grande do Sul é o segundo Estado brasileiro com maior comportamento suicida entre os adolescentes
9 de outubro de 2018
O ditador Kim Jong-un vai convidar o papa para visitar a Coreia do Norte
O ditador Kim Jong-un vai convidar o papa para visitar a Coreia do Norte
9 de outubro de 2018
A Mega-Sena pode pagar 23 milhões de reais nesta quarta-feira
A Mega-Sena pode pagar 23 milhões de reais nesta quarta-feira
9 de outubro de 2018
Livro de artista plástica porto-alegrense provoca um olhar sobre as relações de vizinhança através das janelas da cidade
Livro de artista plástica porto-alegrense provoca um olhar sobre as relações de vizinhança através das janelas da cidade
9 de outubro de 2018
FIC 2018 receberá competição de empresas e startups para criarem soluções voltadas aos cidadãos
FIC 2018 receberá competição de empresas e startups para criarem soluções voltadas aos cidadãos
9 de outubro de 2018
Bolsonaro terá mais palanques do que Haddad nos Estados neste segundo turno
Bolsonaro terá mais palanques do que Haddad nos Estados neste segundo turno
9 de outubro de 2018
Após críticas, Bolsonaro e Haddad descartaram fazer uma nova Constituição para o País
Após críticas, Bolsonaro e Haddad descartaram fazer uma nova Constituição para o País
9 de outubro de 2018
Glauber Duarte e Marina Machado apresentam Part_Ilha: Voz, Violão e Poesia nesta quarta-feira no projeto London Autoral
Glauber Duarte e Marina Machado apresentam Part_Ilha: Voz, Violão e Poesia nesta quarta-feira no projeto London Autoral
9 de outubro de 2018
Quase metade da Câmara dos Deputados será formada por milionários
Quase metade da Câmara dos Deputados será formada por milionários
9 de outubro de 2018
Direitos Reservados – O Sul – Rede Pampa de Comunicação | RS – Brasil.