BRASIL: E OS IMPOSTOS NÃO PARAM!

Jornal O Sul
JORNAL O SUL
A fonte notícias, esporte e entretenimento dos gaúchos.

Ramada
Os brasileiros já pagaram 300 bilhões de reais em impostos este ano
No ano passado, marca foi atingida três dias depois, segundo associação comercial. (Foto: Reprodução)
7 de fevereiro de 2019 Brasil, Capa – Destaques, Economia, Notícias
Os brasileiros já pagaram R$ 300 bilhões em impostos desde o início de 2019. O valor foi atingido nesta quinta-feira (07), segundo cálculo do Impostômetro, da ACSP (Associação Comercial de São Paulo).
O valor corresponde ao total pago para a União, estados e municípios na forma de impostos, taxas, multas e contribuições. Este montante foi alcançado três dias mais cedo na comparação com o ano passado, quando a marca de R$ 300 bilhões foi atingida no dia 10 de fevereiro.
Em nota, o presidente a ACSP e das Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo), Alencar Burti, afirmou que este resultado é sinal de que a economia “começou um pouco mais aquecida em 2019”.
Segundo Burti, o problema é quando o crescimento da arrecadação vem do aumento de alíquotas ou da criação de novos impostos. A cifra de R$ 300 bilhões, disse ele, reforça que a causa do problema fiscal brasileiro está nos gastos, e não da receita. Em 2018, o Impostômetro superou a marca de R$ 2,3 trilhões em impostos pagos pelos brasileiros no ano.
O Impostômetro
O impostômetro foi criado em 2005 e busca calcular o valor total de impostos, taxas, contribuições e multas que a população brasileira paga para a União, os Estados e os municípios.
O total de impostos pagos pelos brasileiros também pode ser acompanhado pela internet, na página do Impostômetro (www.impostometro.com.br). Na ferramenta, criada em parceria com o IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário), é possível acompanhar quanto o País, os estados e os municípios estão arrecadando com tributos e também saber o que dá para os governos fazerem com todo o dinheiro arrecadado.
Carga tributária
A carga tributária, que é o patamar de impostos pagos em relação à riqueza do País, somou 32,43% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2017, segundo informou em dezembro de 2018 a Secretaria da Receita Federal. O índice registrado em 2017 é o maior em quatro anos.
Em 2017, a Receita Federal havia informado que a carga tributária de 2016 havia somado 32,38% do PIB, mas esse percentual mudou para 32,29% por conta das revisões do PIB feitas pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Em 2014 e 2015, respectivamente, a carga tributária somou 31,84% e 32,10% do PIB, de acordo com dados revisados pelo Fisco.
Comparação com outros países
A comparação internacional, segundo dados divulgados pela Receita, é feita com base no ano de 2016 – por conta do atraso em obter dados de outras nações. Naquele ano, a carga brasileira somou 32,29% do PIB.
O peso dos tributos no Brasil, em 2016, ficou abaixo da média da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) – que somou 34,3% do PIB –, mas ficou acima da média dos países da América Latina e Caribe, que foi de 22,7% naquela ano.
A carga tributária brasileira também ficou acima de países como Turquia (25,5% do PIB), Estados Unidos (26%), Suíça (27,8%), Coreia do Sul (26,3%), Canadá (31,7%), Israel (31,2), Irlanda (23%) e Chile (20,4%).
Compartilhe:Share via FacebookShare via TwitterShare via WhatsAppShare via Email
Deixe seu comentário:
0 comentários
Classificar por
Mais recentes
janaina
Adicione um comentário…

Selecionar arquivo…
Nenhum arquivo selecionado.
Plugin de comentários do Facebook

Navegação de Post
Dos 11 parlamentares que vão comandar o Senado nos próximos dois anos, oito têm problemas com a Justiça
Baby Sul: Cecília Rehbein Schwab
ck oaparams=2__bannerid=319__z…
Lula foi condenado novamente na Operação Lava-Jato, agora pelo caso do sítio de Atibaia. A sentença é de 12 anos e 11 meses de prisão
Lula foi condenado novamente na Operação Lava-Jato, agora pelo caso do sítio de Atibaia. A sentença é de 12 anos e 11 meses de prisão
6 de fevereiro de 2019
O ex-presidente Lula foi condenado novamente, nesta quarta-feira (06), a 12 anos e 11 meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do sítio de Atibaia (S…
A Vale soube de problemas em sensores da barragem dois dias antes do rompimento
6 de fevereiro de 2019
O governador gaúcho pede o fim de plebiscito para privatizar empresas estatais
5 de fevereiro de 2019
Em nova campanha, Schin destaca processo de produção e controle de qualidade como diferenciais
Em nova campanha, Schin destaca processo de produção e controle de qualidade como diferenciais
7 de fevereiro de 2019
Com posto no Senado, Flávio Bolsonaro terá 457 mil reais para contratar funcionários
Com posto no Senado, Flávio Bolsonaro terá 457 mil reais para contratar funcionários
7 de fevereiro de 2019
Cooperativas agropecuárias gaúchas faturam R$ 25,4 bilhões em 2018
Cooperativas agropecuárias gaúchas faturam R$ 25,4 bilhões em 2018
7 de fevereiro de 2019
Alexandre Pires é atração no Litoral Norte gaúcho
Alexandre Pires é atração no Litoral Norte gaúcho
7 de fevereiro de 2019
Gramado in Concert divulga os três primeiros colocados no II Concurso Jovens Solistas
Gramado in Concert divulga os três primeiros colocados no II Concurso Jovens Solistas
7 de fevereiro de 2019
FCDL-RS acredita que em 2019 a saúde financeira das empresas terá um fôlego maior, a partir das mudanças previstas pelo novo governo
FCDL-RS acredita que em 2019 a saúde financeira das empresas terá um fôlego maior, a partir das mudanças previstas pelo novo governo
7 de fevereiro de 2019
O IGP-DI variou 0,07% em janeiro de 2019
O IGP-DI variou 0,07% em janeiro de 2019
7 de fevereiro de 2019
O Ministério da Economia planeja usar o Tribunal de Contas da União para se proteger, na Justiça, contra processos movidos por incentivos no Norte e Nordeste
O Ministério da Economia planeja usar o Tribunal de Contas da União para se proteger, na Justiça, contra processos movidos por incentivos no Norte e Nordeste
7 de fevereiro de 2019
A Mega-Sena pode pagar 5,5 milhões de reais no sábado
A Mega-Sena pode pagar 5,5 milhões de reais no sábado
7 de fevereiro de 2019
Sogro é preso suspeito da morte de genro desaparecido e encontrado na Serra Gaúcha
Sogro é preso suspeito da morte de genro desaparecido e encontrado na Serra Gaúcha
7 de fevereiro de 2019
Baby Sul: Cecília Rehbein Schwab
Baby Sul: Cecília Rehbein Schwab
7 de fevereiro de 2019
Os brasileiros já pagaram 300 bilhões de reais em impostos este ano
Os brasileiros já pagaram 300 bilhões de reais em impostos este ano
7 de fevereiro de 2019
Direitos Reservados – O Sul – Rede Pampa de Comunicação | RS – Brasil.

POLÍTICA: CIRCO SENADO FEDERAL

POLÍTICA:
CIRCO SENADO FEDERAL

Janaina Sá Brito
Respeitável público! Bem-vindos ao grande circo Senado Federal! Um circo diferenciado, onde vocês podem assistir espetáculos tragicômicos apresentados por um elenco de 81 Atores, encenando os mais diversos números.
A posse já foi uma comédia, pois ao finalizá-la, no encaminhamento para a eleição do novo Presidente da casa, a Senadora Kátia Abreu armou o maior barraco ao arrancar uma pasta da mão do colega Davi Alcolumbre, o barraco foi tão grande que a eleição foi adiada para o dia seguinte. Para tornar este espetáculo mais engraçado, Renan Calheiros, o Senador mais falcatrua do Brasil, tentou manipular a eleição de voto aberto para pressionar seus colegas a votarem secretamente a seu favor colocando duas cédulas a mais na urna. Sua estratégia deu tão errado que este se enfureceu e renunciou à sua candidatura e Davi Alcolumbre do DEM do Amapá foi eleito o Presidente do Senado pelos próximos dois anos.
Este ano, o Senado está totalmente renovado, mas entre as novas caras as velhas raposas ainda persistem em continuar no poder. O pior de tudo é que o nível das sessões do Senado caiu muito , só tem gente histérica e barraqueira, parece que por trás da fina estampa, estão pessoas de baixíssimo nível, não devemos esquecer que tanto o Congresso quanto o Senado tornaram-se cabides de emprego, pois seus componentes vão desde um metalúrgico da força sindical até um profissional de nível superior completo. É muito revoltante ver isso tudo e saber que fora do Distrito Federal, em outra parte do país, no Sudeste, muitas pessoas estão afogadas em um mar de lama causado por uma Mineradora de grande prestígio, que quis economizar dinheiro sem se preocupar com vidas humanas. Como dizia o saudoso Renato Russo, que país é esse? Depois de termos tirado a corja petista do poder, nada mudou, continua tudo como dantes no quartel de Abrantes. Acho que não temos mais muito a fazer, nada vai mudar. Que tristeza! Salve-se quem puder!

CRISE NO RS

Leite vai à tribuna da Assembleia pedir apoio para privatização de CEEE, CRM e Sulgás sem plebiscito
Governador vai protocolar nesta terça-feira Proposta de Emenda à Constituição dispensando exigência de consulta popular para a venda de três estatais

Leite já vem conversando individualmente com os deputados e diálogo deve prosseguir pelos próximos dias
Disposto a reforçar o pedido de apoio aos deputados estaduais, o
governador Eduardo Leite (PSDB)
usará a tribuna da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (5), data da primeira sessão ordinária do ano, para falar da situação do Estado e anunciar
seus planos. A prioridade imediata do Palácio Piratini será a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que dispensa a exigência de plebiscito
para a
venda ou federalização de CEEE, Companhia Riograndense de Mineração (CRM) e Sulgás.

Considerada vital para a
adesão do Estado ao regime de recuperação fiscal,
a PEC será protocolada no mesmo dia, segundo o líder do governo no Legislativo, Frederico Antunes (PP). A expectativa é de que o texto seja votado até
o início de abril.
— Vamos protocolar e aguardar os prazos regimentais. A PEC tem de passar pela CCJ(Comissão de Constituição e Justiça), que ainda terá sua nova composição
definida. Existe um rito próprio, que precisa ser respeitado — diz Antunes.

Nos bastidores, interlocutores de Leite trabalham para garantir maioria na CCJ, o que poderia agilizar os trâmites. Assim que conseguir o aval da comissão,
o governo pode tentar fechar acordo com líderes de bancadas para levar a proposição diretamente ao plenário, queimando etapas (do contrário, o texto terá
de passar pelo crivo de outras comissões).

Desde que assumiu o cargo, Leite tem reiterado a preocupação em usar os primeiros seis meses de gestão para levar adiante pautas que considera fundamentais
para o ajuste fiscal – das privatizações às alterações nas carreiras e nos benefícios dos servidores. Como a Constituição estadual dá ao governador a prerrogativa
de se apresentar ao Parlamento no início do ano legislativo, ele decidiu usar o espaço para fazer mais um apelo aos parlamentares, com quem vem dialogando
desde dezembro.

Até esta segunda-feira (4), conforme o
chefe da Casa Civil, Otomar Vivian (PP),
o governador já havia recebido 23 deputados em seu gabinete para conversar. Os encontros individuais prosseguirão até que todos os 55 parlamentares sejam
ouvidos.

— A ideia é entender quais são as agendas de cada um e tentar encontrar formas de compatibilizar isso com a agenda que o governador irá propor para o Estado.
É realmente sincero da parte dele — afirma Vivian.

A abertura ao diálogo é o foco da estratégia governista para formar uma base sólida, e a PEC das privatizações será o primeiro grande teste da nova gestão.
Em dezembro, Leite já havia conquistado vitória importante ao obter
aval para manter as alíquotas elevadas de ICMS por mais dois anos,
mas, naquela ocasião, a formação da Assembleia era outra. De lá para cá, os deputados eleitos em outubro de 2018 tomaram posse e as condições financeiras
do Estado pioraram.

— O governador vai expor a realidade e anunciar que irá protocolar o primeiro projeto de natureza estruturante, ligado diretamente ao propósito de assinar
a adesão ao regime de recuperação fiscal. A disposição do Estado de se desfazer dessas três companhias já é muito conhecida na Assembleia. Além disso,
tem o apoio da população — sustenta Vivian.

A avaliação do governo, segundo o chefe da Casa Civil, é de que o eleitorado já se decidiu a favor da venda de CEEE, CRM e Sulgás, ao levar para o segundo
turno
dois candidatos que defenderam a medida abertamente, ao longo da campanha.

Ao longo de sua administração, o ex-governador José Ivo Sartori (MDB) também tentou obter autorização para vender as empresas, e o resultado foi negativo.
Sartori apresentou uma PEC semelhante à de Leite, dispensando a obrigatoriedade de plebiscito. A resistência foi tanta que a proposta sequer foi votada.
Em resposta, Sartori decidiu recuar e pedir aval da Assembleia para fazer a consulta junto da eleição de 2018. O pedido também não foi adiante.

Agora, Vivian argumenta que agora a conjuntura é outra:

— No nosso entendimento, o plebiscito já foi realizado, nas eleições. Por isso nós entendemos que a questão pode ser decidida pelos deputados, que na democracia
sintetizam a vontade do povo gaúcho.

Para aprovar a PEC, o governo precisará de pelo menos 33 dos 55 votos. Ninguém, no Piratini, se arrisca a projetar o resultado, mas o clima é de confiança.

Do lado da oposição, partidos como PT e PSOL elogiam a disposição de Leite ao diálogo, mas criticam a nova gestão por repetir os passos de Sartori. Para
o deputado estadual Edegar Pretto (PT), “está provado, na história recente do Estado, que vender patrimônio não resolve nada”.

— Saúdo a posição do governador pelo diálogo, mas é importante que ele apresente algo novo. Sartori tentou fazer o mesmo com essas estatais e não conseguiu.
Agora vem o novo governo na mesma toada. É a reedição da velha política. A situação do Rio Grande do Sul não é fácil, todos sabemos, mas não é de hoje.
Essa alternativa que está sendo apontada não vai resolver nada. Lá atrás, Antônio Britto (governador de 1995 a 1999) vendeu patrimônio e, de desde então,
a coisa só piorou — afirma Pretto.

Na avaliação da deputada estadual Luciana Genro (PSOL), a saída para a crise passa por ações que alavanquem a arrecadação do Estado, incluindo a revisão
de benefícios fiscais e a briga pela recomposição das perdas da Lei Kandir. A norma foi criada em 1996 e, desde então, os governos estaduais são impedidos
de cobrar imposto sobre determinados tipos de exportação. Por aqui, as perdas acumuladas são estimadas em R$ 50 bilhões.

— Eu fui até o Piratini conversar com Leite e disse que estou totalmente aberta a dialogar e a apoiar causas como a da Lei Kandir, mas deixei claro que,
em certas pautas, não há nenhuma condição de revermos posição. Uma delas é essa das privatizações — ressalta Luciana.

FONTE: PORTAL GAUCHA ZH.
WWW.gauchazh.com

HABILITAÇÃO MAIS CARA NO RS

Tirar a carteira de habilitação fica mais caro a partir desta sexta no Rio Grande do Sul

Para a categoria B (carro), o valor da CNH sobe de R$ 2.186,66 para R$ 2.270.
O Detran-RS (Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul) informou que, em cumprimento à Lei Estadual 8.109/85 (Lei de Taxas), reajustará os preços dos seus serviços a partir desta sexta-feira (1º). O aumento atinge todas as taxas do órgão no Estado.
O percentual de reajuste é definido pela UPF (Unidade de Padrão Fiscal). Em 2019, a Instrução Normativa RE nº 063/18, da Secretaria da Fazenda do RS, atualizou a UPF/RS para R$ 19,5356, correspondendo a uma variação de 3,86% em relação a 2018. A variação da UPF incide também sobre os serviços prestados pelos centros credenciados (CFCs, CRVAs, CRDs e CDVs), que tiveram os novos valores divulgados por portarias publicadas no Diário Oficial do Estado.
Somando as taxas do Detran-RS com os serviços prestados pelos Centros de Formação de Condutores, o valor da CNH (carteira nacional de habilitação) categoria A (moto) passa de R$1.878,11 para R$ 1.950,51. Para a categoria B (carro), o valor sobe de R$ 2.186,66 para R$ 2.270 e para a categoria AB (moto e carro), o custo, que era de R$ 3.474,74, será de R$ 3.608,54. Para os candidatos que pagarem as taxas até esta quinta-feira (31), ainda incide o valor atual.
Leilões
O Detran-RS vai realizar quatro grandes leilões no mês de fevereiro nas cidades de Santa Maria, Porto Alegre, Lajeado e Gramado. Somando veículos em situação regular e sucatas para desmanche ou reciclagem, serão ofertados 2.458 itens.
Os interessados podem arrematar dois tipos de bens: sucatas para recondicionamento ou reciclagem e veículos com documentação. Os veículos aptos a rodar não possuem restrições policiais e/ou judiciais e são desvinculados de qualquer pendência legal ou financeira.
No dia 6, acontecerá um leilão em Santa Maria, com 813 bens para arremate. Em Porto Alegre, no dia 13, serão oferecidos 553 itens; em Lajeado, no dia 20, serão 347; e em Gramado, no dia 27, um total de 745 itens.
Veículos com documentação
Podem adquirir veículos com documentação pessoas físicas e jurídicas de qualquer natureza. Para arrematar o lote, o comprador deverá apresentar no ato RG, CPF e comprovante de residência, se pessoa física; contrato social ou cópia autenticada, CNPJ, RG e CPF do representante, se pessoa jurídica.
Sucatas
A compra de sucatas somente poderá ser realizada por empresas que atuam como desmanches de veículos, com venda de peças usadas e reciclagem de sucatas registradas no Detran-RS. O calendário completo, bem como os endereços dos locais para visitação dos bens nos dois dias que antecedem os leilões, podem ser conferidos no site http://www.detran.rs.gov.br.
FONTE: JORNAL O SUL
WWW.osul.com.br

RISCO NAS REPRESAS

Uma em cada três barragens da mineradora Vale pode causar tanto estrago quanto a de Brumadinho

Bombeiros/Divulgação)
30 de janeiro de 2019 Brasil, Capa – Destaques, Geral
Uma em cada três barragens da mineradora Vale pode causar grandes perdas humanas e ambientais caso se rompa. Segundo dados da ANA (Agência Nacional de Águas), a empresa tem 175 barragens, das quais 56 estão na categoria de “alto dano potencial associado”. A classificação avalia as possíveis perdas de vidas humanas e os prejuízos sociais, econômicos e ambientais em caso de rompimento.
Nessa mesma categoria também estava a barragem de Brumadinho (MG) que se rompeu na sexta-feira (25). O número de reservatórios de alto dano potencial da Vale supera o de barragens que a empresa anunciou na terça (29) que serão fechadas.
Segundo o presidente da mineradora, Fabio Schvartsman, as dez barragens a cargo da companhia, todas em Minas, serão encerradas. Por esse modelo, o reservatório é feito em “degraus” erguidos à medida que a quantidade de rejeitos aumenta. O desenho foi usado em Brumadinho e em Mariana (MG) e, embora mais barato, é considerado o menos seguro.
“É um plano definitivo para não deixar dúvida de que todo o sistema da Vale está absolutamente seguro”, disse Schvartsman. A estrutura de Brumadinho já estava inativa quando a tragédia ocorreu, mas ainda acumulava rejeitos de minério de ferro.
Os dados de classificação das barragens foram divulgados pela ANA no final do ano passado com informações relativas a 2017. Além do dano potencial, a agência informa qual é o risco de incidentes em cada estrutura avaliada, de acordo com características técnicas e de conservação.
Sob esse critério, há 1.124 reservatórios de alto risco no País, segundo a ANA. Nenhum é da Vale. Entre os da empresa, 99 são considerados de médio risco, dois de baixo e há outros 74 não categorizados. Contudo, a barragem que se rompeu em Brumadinho era classificada como de baixo risco sob esse critério, assim como a de Mariana.
De acordo com a PNSB (Política Nacional de Segurança de Barragens), lei federal aprovada em setembro de 2010, todos os reservatórios com alto dano potencial devem ser fiscalizados quanto ao cumprimento dos procedimentos de segurança estabelecidos na norma. No Brasil, há 2.986 empreendimentos assim classificados.
Especialistas avaliam, porém, que o número insuficiente de funcionários nos órgãos fiscalizadores impede que as vistorias sejam feitas de maneira adequada. Segundo os dados mais recentes divulgados pela ANA, há 154 funcionários no País para dar conta de todas as barragens brasileiras – há 24.092 cadastradas, das quais ao menos 4.510 estão inclusas na PNSB, ou seja, precisam ser fiscalizadas segundo a lei.
No caso das barragens ligadas a mineradoras, a responsabilidade é da Agência Nacional de Mineração, que conta com 20 funcionários na equipe de fiscalização, de acordo com a ANA. Há 790 reservatórios do tipo, 357 só em Minas Gerais, Estado com a maior concentração.
FONTE: JORNAL O SUL
WWW.osul.com.br

TRAGÉDIA DE BRUMADINHO

Jornal O Sul
JORNAL O SUL
A fonte notícias, esporte e entretenimento dos gaúchos.

ck oaparams=2__bannerid=1137__…
A procuradora-geral da República disse que executivos da Vale podem ser penalizados pelo rompimento da barragem em Brumadinho
“É também preciso responsabilizar severamente do ponto de vista indenizatório a empresa que deu causa a esse desastre”, disse Raquel Dodge. (Foto: José Cruz/Agência Brasil)
28 de janeiro de 2019 Brasil, Capa – Destaques
A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou nesta segunda-feira (28) que executivos da Vale podem ser penalizados pelo rompimento de uma barragem da empresa em Brumadinho (MG) e que a mineradora precisa ser responsabilizada severamente.
“É muito importante que o sistema de administração de Justiça dê uma resposta eficiente dizendo que esse caso, esse tipo de responsabilidade, deve ser tratado como prioridade dentro do sistema de Justiça”, disse Dodge a repórteres em um evento em São Paulo. “É também preciso responsabilizar severamente do ponto de vista indenizatório a empresa que deu causa a esse desastre, e também promover a persecução penal”, afirmou. “Executivos podem ser penalizados também”, prosseguiu.
A Justiça de Minas Gerais já decretou bloqueios de pelo menos R$ 11 bilhões da Vale para garantir a recuperação de danos causados às vítimas e para a recuperação ambiental da área afetada pelo rompimento da barragem em Brumadinho.
A Vale informou, no domingo (27), que assim que foi intimada da decisão do bloqueio de R$ 1 bilhão, o primeiro determinado, apresentou petição informando que fará o depósito do valor, sem necessidade de bloqueio judicial, e que estava “avaliando as providências cabíveis” quanto a dois bloqueios de R$ 5 bilhões.
Pagamento
A Vale suspendeu o pagamento de dividendos e juros sobre o capital próprio, a recompra de ações de sua própria emissão e os pagamentos de remuneração variável a executivos, após o rompimento de sua barragem de mineração em Brumadinho. A companhia não especificou de imediato por quanto tempo vale a suspensão.
As decisões aconteceram em reunião extraordinária do Conselho de Administração da mineradora, que ainda aprovou a criação de dois Comitês Independentes de Assessoramento Extraordinário, cujos membros serão indicados pelo colegiado.
Um dos comitês terá como objetivo acompanhar as providências destinadas à assistência às vítimas e à recuperação da área atingida pelo rompimento da barragem em Brumadinho, enquanto o segundo será voltado à apuração das causas e responsabilidades pelo rompimento da barragem.
Segundo a Vale, o primeiro comitê pretende “assegurar que serão empregados todos os recursos necessários” no apoio às vítimas e em ações de reparação. A empresa acrescentou que os comitês deverão ser compostos por “maioria de membros externos, independentes, de reputação ilibada e com experiência nos temas de que se ocuparão”.
A Vale disse ainda que o Conselho de Administração da empresa “permanece em prontidão e acompanhando a evolução dos eventos relativos ao rompimento da barragem”. Na última sexta-feira, data da tragédia, os recibos de ações (ADRs) da empresa negociados na Bolsa de Nova York despencaram 8%. A Bolsa brasileira esteve fechada devido ao feriado do aniversário da cidade de São Paulo.
Compartilhe:Share via FacebookShare via TwitterShare via WhatsAppShare via Email
Deixe seu comentário:
1 comentário
Classificar por
Mais recentes
janaina
Adicione um comentário…

Selecionar arquivo…
Nenhum arquivo selecionado.
susana
Susana Brum da Costa
Podem, não, dona Raquel ! DEVEM !
CurtirResponder1m
Plugin de comentários do Facebook

Navegação de Post
Mais arte para Porto Alegre. Garst inaugura escultura em aço de Vinicius Vieira em empreendimento no Menino Deus
Personal Chef aperfeiçoa técnicas gastronômicas em renomada escola francesa
ck oaparams=2__bannerid=319__z…
A maioria dos corpos pode nunca ser encontrada, diz a equipe que participa do resgate das vítimas do desastre em Brumadinho
A maioria dos corpos pode nunca ser encontrada, diz a equipe que participa do resgate das vítimas do desastre em Brumadinho
27 de janeiro de 2019
A equipe dos Anjos do Asfalto que participa do resgate das vítimas do desastre em Brumadinho (MG) diz que, embora a quantidade de lama seja menor do que a de Mariana (MG), as condi
O evento Pokémon Go reuniu 30 mil pessoas na orla do Guaíba, em Porto Alegre
27 de janeiro de 2019
Em um vídeo gravado no hospital, Bolsonaro agradeceu pelas orações
27 de janeiro de 2019
Idosos atendidos pela FASC tem programação de verão
Idosos atendidos pela FASC tem programação de verão
28 de janeiro de 2019
Festa do Figo: 46ª edição será realizada dias 2 e 3 de fevereiro na localidade de Linha Araripe
Festa do Figo: 46ª edição será realizada dias 2 e 3 de fevereiro na localidade de Linha Araripe
28 de janeiro de 2019
Personal Chef aperfeiçoa técnicas gastronômicas em renomada escola francesa
Personal Chef aperfeiçoa técnicas gastronômicas em renomada escola francesa
28 de janeiro de 2019
A procuradora-geral da República disse que executivos da Vale podem ser penalizados pelo rompimento da barragem em Brumadinho
A procuradora-geral da República disse que executivos da Vale podem ser penalizados pelo rompimento da barragem em Brumadinho
28 de janeiro de 2019
Mais arte para Porto Alegre. Garst inaugura escultura em aço de Vinicius Vieira em empreendimento no Menino Deus
Mais arte para Porto Alegre. Garst inaugura escultura em aço de Vinicius Vieira em empreendimento no Menino Deus
28 de janeiro de 2019
Deputados do Partido NOVO abrem mão de ajuda de custo concedida pela Assembleia Legislativa
Deputados do Partido NOVO abrem mão de ajuda de custo concedida pela Assembleia Legislativa
28 de janeiro de 2019
O governo do Rio Grande do Sul afirmou que avalia permanentemente as barragens do Estado
O governo do Rio Grande do Sul afirmou que avalia permanentemente as barragens do Estado
28 de janeiro de 2019
A equipe de Israel enviada a Brumadinho já atuou em 25 desastres pelo mundo
A equipe de Israel enviada a Brumadinho já atuou em 25 desastres pelo mundo
28 de janeiro de 2019
O mercado financeiro reduziu as estimativas de inflação e de crescimento da economia brasileira para este ano
O mercado financeiro reduziu as estimativas de inflação e de crescimento da economia brasileira para este ano
28 de janeiro de 2019
Alfabetização de Jovens e Adultos do CIEE-RS está com inscrições abertas
Alfabetização de Jovens e Adultos do CIEE-RS está com inscrições abertas
28 de janeiro de 2019
Os robôs ameaçam 54% dos empregos formais no Brasil
Os robôs ameaçam 54% dos empregos formais no Brasil
28 de janeiro de 2019
Porto Alegre receberá cinco jogos da Copa América
Porto Alegre receberá cinco jogos da Copa América
28 de janeiro de 2019
Direitos Reservados – O Sul – Rede Pampa de Comunicação | RS – Brasil.

MÚSICA: A VOZ DA ALMA

MÚSICA:
A VOZ DA ALMA
Janaina Sá Brito
No penúltimo dia de 2018, ouvi pela primeira vez o segundo álbum do cantor San Smith, lançado em 2017 entitulado The Three Love It Al. É um álbum tão bom quanto primeiro, lançado três anos antes. É um álbum para se ouvir bebendo um bom vinho, em uma bela noite e pensando em coisas agradáveis, pois dá gosto de ouvir a belíssima voz de San Smith, com seu timbre de cantor de soul dos anos 60 e 70. Aos 26 anos, San Smith continua arrasando com sua voz forte, cantando com a alma .
Confesso, de todos os cantores da nova geração, é o que eu mais gosto, junto com a cantora Adele. Para mim, os dois são as melhores vozes do momento. O disco tem lindas baladas e músicas dançantes, falando de amor e de dores de cotovelo, mas tudo interpretado com o coração, sem aquela coisa melodramática que alguns cantores tem. É uma excelente pedida para presentear alguém que se gosta muito e ouvir também no carro dando um passeio por aí em um dia ensolarado e lindo. Recomendo a todos que ouçam esse disco com a alma e com o coração. O preço é de R$ 29,90 em média. Vale a pena conferir.
O QUE? Álbum The Three Love It All
Artista: San Smith
Gravadora: Captol Records 2017.
QUANTO? R$ 29,90 em media.

MÚSICA: TAL PAI, TAIS FILHOS.

MÚSICA:
TAL PAI, TAIS FILHOS.
Janaina Sá Brito
Quem imaginava que um dia o Mestre Caetano Veloso faria um encontro familiar que renderia um show de grande sucesso que meses depois, transformaria-se em um CD e DVD? Pois é, isso aconteceu e deu certo! No final de 2017, Caetano e seus três filhos Moreno, Zeca e Tom Veloso iniciaram uma turnê Nacional com músicas inéditas e clássicos de Caetano e no início de 2018 este show virou um CD e um DVD chamado Ofertório ao vivo, que em Agosto concorreu ao prêmio da música Brasileira em algumas categorias.
Tive o prazer de assistir a esse show em Dezembro de 2017 em Porto Alegre no Auditório Araújo Viana e no Natal de 2018 fui presenteada com o CD e o coloquei na pauta de minha coluna musical de hoje. O CD tem quinze faixas e dentre elas estão clássicos de Caetano como Reconvexo, gravado por Maria Bethânia em 1989, Força estranha, gravado por Roberto Carlos em 1978 e por Gal Costa em 1979, Canto de afoxé, gravado por Caetano e por Moreno no disco Cores & Nomes, de 1982 e as músicas inéditas O seu amor, cantada pelos quatro e todo homem, cantada e composta por Zeca Veloso.
É um disco lindo, onde as vozes dos quatro se encaixam muito bem em cada faixa e dá para notar uma grande empatia entre os quatro no palco, além disso, os arranjos são muito bem trabalhados. Também recomendo a todos assistirem ao show, pois para quem como eu sempre gostou do Caetano e levou 43 anos para assisti-lo pela primeira vez, foi um momento emocionante. O preço do CD e do DVD é R$ 29.90 em média e é um lançamento da gravadora Universal Music. Vocês não vão se arrepender!
O QUE?
CD e DVD Ofertório Ao Vivo
ARTISTA: Caetano, Moreno, Zeca #& Tom Veloso.
GRAVADORA: Universal Music
ANO: 2018
QUANTO? R$ 29.90 em média.

MÚSICA: VOLTA TRIUNFAL

MÚSICA:
VOLTA TRIUNFAL
Janaina Sá Brito
Em 2016, depois de um retiro sabático de oito anos, a Ultramem voltou com tudo e valeu a pena esperar. Em setembro de 2018, a banda lançou seu quinto disco, denominado Tente enxergar. Dois meses depois do lançamento, tive o prazer de ouvi-lo e posso dizer que senti a sensação de que a banda não havia se separado e o que me surpreendeu é que a sonoridade continua a mesma e cada vez melhor. Todas as faixas possuem os clássicos arranjos compostos por samplers, teclados, guitarras e baixos bem afinados e trabalhados. Tonho Croco continua arrasando nos vocais e dando aquela pegada bem sou music, com uma bela afinação.
Todas as músicas possuem letras atualizadas, falando sobre fake news, empoderamento feminino, racismo e outros assuntos, de forma sutil e sem agressividade. As faixas mais legais do disco são Tente enxergar, que abre o disco e Robot Baby, onde Tonho Croco mostra uma pegada igual a do grupo Francês Daft Punk nos vocais. Confesso que quando ouvi essa música no rádio pela primeira vez, achei que o Daft Punk havia lançado um disco novo, mas me surpreendi quando descobri que era da Ultramem. Quem quiser conferir este disco, ele está disponível no Spotfy, ou para a galera old school como eu, está a venda em LP, K7 e CD. O preço em média é R$ 29.90. Vale a pena conferir! É daqueles discos bem gostosos para se ouvir no carro indo para o litoral ou então passeando pela cidade. Eu recomendo!

COMPORTAMENTO: VEM 2019 SEU LINDO!

COMPORTAMENTO:
VEM 2019 SEU LINDO!
Janaina Sá Brito
Hoje é o último dia de 2018 e aproveitamos para fazer um balanço de tudo aquilo que deu certo e errado este ano em nossa vida e do que ainda não conseguimos fazer, mas esperamos fazer no próximo ano. Como já disse há duas colunas atrás, esse ano foi atípico, mas espero que o próximo ano seja compensador e promissor. Adoro passar o Réveillon na praia, tomando espumante, comendo lentilhas e uvas para dar sorte, pulando da cadeira com uma cédula de dinheiro de valor alto na hora da virada e abraçando todos que eu gosto e estão lá comigo curtindo essa grande celebração.
O que eu posso desejar a todos os meus leitores é que 2019 seja repleto de luz, positividade, alegria, amor, risadas, menos trabalho e mais dindin , mais momentos de descontração na companhia dos amigos fiéis, muita saúde para viver tudo isso e muita paz. Que todas as conquistas que vocês desejam sejam realizadas e que este mundo em que vivemos fique menos surtado e mais amoroso.
Também desejo que o blog antenada conquiste mais público e visibilidade e que eu possa passar a vocês meus queridos leitores, mais informação e opinião, além de muito entretenimento e alegria, sem fake news! FELIZ 2019 GALERA!!!!